Suspeito de fogo posto ficou em prisão preventiva

1271
Tribunal da Mealhada.
Smartfire 728×90 – 1

O alegado autor de um incêndio florestal que lavrou na Mealhada durante este fim-de-semana ficou a aguardar julgamento em prisão preventiva.

GNR e PJ detiveram o suspeito, de 32 anos, após “a recolha de fortes indícios” do seu envolvimento no crime.

Trata-se de um homem residente no vizinho concelho de Anadia. Segundo a PJ, “não demonstrou qualquer motivação racional que o tenha levado a praticar os factos em investigação, demonstra, claramente, fascínio pela atividade dos bombeiros a combater os incêndios.”

Publicidade, Serviços & Donativos

Comercio 780