“Sentidos de Mar” transportam o Museu Marítimo de Ílhavo para fora de portas

680
Estátua do Homem do Mar, Ílhavo.

“Quem não rema já remou: as praias, as pescas e os peixes” é o tema da primeira ação de “Sentidos de Mar”, uma nova iniciativa do Museu Marítimo de Ílhavo que o projeta para o exterior e o redesenha no território municipal.

Tendo como referência as praias da Barra e da Costa Nova e as suas gentes, o Canal de Mira da Ria, o Mercado do Peixe e o Cais dos Pescadores da Costa Nova, o Farol da Barra, o primeiro passeio orientado em bicicleta será realizado no dia 28 de outubro, às 10:00 horas, tendo como ponto de partida e chegada a Biarritz – Costa Nova e conta com o apoio da “Balão Mágico”.

Até ao final deste ano e prolongando-se até 2020, a Câmara Municipal de Ílhavo, através do Museu Marítimo, promoverá um conjunto circuitos orientados em bicicleta que terão como pretexto o mar, as pescas, as comunidades, o património marítimo e iconográfico de Ílhavo e outros aspetos relacionados com a sua cultura marítima. Será uma forma diferente, com muitas surpresas, de descobrir e valorizar e história e identidade seculares ilhavenses.

Estas iniciativas inserem-se no projeto “Territórios com História: o Mar, as Pescas e as Comunidades”, programa de cultura em rede dinamizado pelos Municípios de Ílhavo, Peniche e Murtosa, cofinanciado pelo CENTRO2020, do Portugal 2020, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

As inscrições podem ser efetuadas no Museu Marítimo de Ílhavo (234 329 990 ou em visitas.mmi@cm-ilhavo.pt) sendo que a ação tem um custo de 8 euros/pessoa (inclui guia, seguro e cedência de bicicleta) e a idade mínima recomendável de 12 anos, estando sujeitas a confirmação e são limitadas. A atividade tem a duração estimada de duas horas.

Em 2018, “Sentidos de Mar” irá contemplar outras visitas orientadas abordando temáticas relacionadas com a pesca costeira, pesca longínqua, religiosidade associada ao Senhor Jesus dos Navegantes, à construção naval, entre outras.