Seis anos de prisão para homem que agrediu companheira e ateou fogo a casa

504
Tribunal de Aveiro.

Um homem foi condenado pelo Tribunal de Aveiro a seis anos de cadeia, em cúmulo jurídico, pelos crimes de violência doméstica e incêndio urbano, neste caso de uma habitação onde residiu no concelho de Águeda.

O acusado terá, ainda, de pagar indemnizações no valor total de 32 mil euros, sendo 10 mil à ofendida, sua ex-companheira, e 20 mil ao antigo senhorio.

“O tribunal espera que pondere sobre as condutas que levaram a esta decisão e aja de agora em diante de acordo com as regras da sociedade”, referiu o juíz presidente após a leitura resumida do acórdão dirigindo-se por via conferência ao arguido, que irá continuar em prisão preventiva a aguardar o trânsito em julgado.

O indivíduo foi condenado nas penas parcelares de três anos por violência doméstica e cinco pelo crime de incêndio. Ficou, ainda, proibido de contactar ou aproximar-se da ofendida durante três anos.

Os factos em causa remontam à noite de 29 para 30 de agosto de 2021, na freguesia de Arrancada do Vouga.

O homem ter-se-á deslocado à residência, num primeiro momento, e agrediu a companheira. Depois regressou ao local e, presumivelmente, lançou fogo à casa alugada, que ficou destruída.

No julgamento, o arguido negou a autoria do incêndio.

Artigo relacionado

Acusado de atear fogo que destruiu habitação nega em tribunal

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.