São Jacinto recebe arranque da Assembleia Municipal de setembro

235
RI 10, São Jacinto.
Dreamweb 728×90 – Video I

A Assembleia Municipal de Aveiro agendou para sexta-feira à noite, em São Jacinto, a primeira reunião descentralizada do mandato iniciado há um ano.

A presidência da mesa do orgão fiscalizador do município escolheu as instalações do Regimento de Infantaria 10 (RI10) para realizar os trabalhos.

São Jacinto recebeu, em maio passado, uma reunião pública do executivo camarário, também na antiga base.

Luís Souto, presidente da Assembleia Municipal eleito pela coligação PSD-CDS enquadra a sessão na freguesia do outro lado da margem da ria nos compromissos eleitorais.

“Trata-se de dar cumprimento a um objetivo que tracei para o meu mandato: descentralizar a Assembelai Municipal para a aproximar dos munícipes”, lembrou.

Além disso, a escolha de São Jacinto para primeira reunião descentralizada “tem o simbolismo de ser uma freguesia com menor acessibilidade”.

A iniciativa da mesa da Assembleia Municipal é organizada “em cooperação com a Câmara e irá prosseguir pelas 10 freguesias”, revelou Luís Souto.

“Outro aspeto relevante” é o local da reunião, na base de S.Jacinto, servindo também para assinalar os 100 anos da presença militar na freguesia, que motivou um programa comemorativo.

A sessão ordinária de setembro começa pelas 20:30, com o período antes da ordem do dia que permite a audição de público, caso hajam inscrições. O primeiro ponto diz respeito à análise da informação relativa aos últimos meses de gestão municipal.

A ordem de trabalhos inclui diversos outros assuntos, com propostas de recrutamento de assistentes operacionais, a modificação do contrato com a Aveirobus, o Plano Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios e moções relacionadas com a transferência de competências para as autarquias e ainda propostas de recomendação.