Santa Maria da Feira: PS defende plano de contingência para acautelar segunda vaga de Covid-19

5324
Paços de Concelho de Santa Maria da Feira.

O PS de Santa Maria da Feira veio reclamar que a Câmara local deve aplicar “imediatamente” um “conjunto de regras comportamentais e de medidas extraordinárias que privilegiem a prontidão na resposta da população” ao pandemia do Covid-19.

O que, refere um comunicado da concelhia feirense, permitirá “a prevenção e a redução do contágio” numa eventual segunda vaga.

A lista de medidas, para o PS, deverá ser tomada “em correlação com a criação de mecanismos de resposta comunitária” para alcançar “uma verdadeira resposta coletiva contra o vírus”.

O “plano de contingência municipal de prevenção e resposta à Covid-19” deveria incluir ações no âmbito da saúde, apoio social, educação, cultura e desporto e, entre outras, proteção civil.

De acordo com o relatório da Direção Geral de Saúde de segunda-feira passada, Santa Maria da Feira tinha 657 casos confirmados de infetados. Mantinha-se como o concelho do Entre Douro e Vouga mais afetado pela pandemia.

Medidas destacadas

» Fiscalização e acompanhamento às casas de acolhimento a idosos que funcionam em todo o concelho em alternativa aos lares;
» Plano de acolhimento dos cidadãos que testem positivo à Covid-19 e que não reúnam as condições necessárias na sua habitação, ou ainda por falta de suporte familiar, para se manterem em isolamento;
» Estabelecer rede funcional de comunicação entre as USF, Hospital e os utentes: criação de atendimento presencial médico/utente sempre que possível, de forma célere.

Pacote de medidas completo

Discurso direto

“Todas estas medidas são exequíveis podem salvar vidas, e auxiliar potenciais doentes e suas famílias. Espero que a Câmara Municipal as coloque em prática, e deixando de lado politiques desnecessárias” – Márcio Correia, presidente da Concelhia do PS.

 

Publicidade, Serviços & Donativos