S. João da Madeira: Um mandato com “poucochinho”

4118
Cidade de São João da Madeira.
Smartfire 728×90 – 1

Para o ano vão ser as eleições autárquicas. E em São João da Madeira, nas últimas eleições ganhou o Partido Socialista, com maioria absoluta, acabando com 40 anos de governação da direita na cidade.

Mário Pereira

Mas as eleições foram em 2017. Estamos em 2020. E o que é que foi feito? Na minha humilde opinião, poucochinho. Exemplos: temos 300 pessoas à espera de habitação social na cidade. Em vez de construir um novo bairro social, o PS mete se com obras desnecessárias no centro da cidade…

O preço da Água em São João da Madeira é alto. Falava até a candidatura do PS (em 2013) de baixar o preço da água. Não só não se baixou o preço da água, como não se recuperou a concessão para o município (49% das águas de São João são privadas, da Indaqua).

Por fim, em termos de transportes, tanto ferroviários como rodoviários, São João da Madeira só existe entre as 7 da manhã e as 7 da tarde.

Isto porque a câmara de São João da Madeira não sabe seguir o exemplo da câmara de Águeda e exigir mais ligações e investimento na Linha (ainda há pouco tempo houveram obras no ramal de Aveiro, e a câmara vai tomar posse da estação, como já tinha gestão partilhada do Museu de Macinhata), também não sabe expandir os Transportes Urbanos Sanjoanenses (numa cidade industrial onde se trabalha por turnos, deviam circular entre as 5 da manhã e a meia noite), e também não sabe exigir mais ligações rodoviárias para os concelhos vizinhos no mesmo período horário…

Já agora, também era boa ideia alcatroar as estradas na zona de Fundo de Vila/Orreiro, em vez de sempre no centro da cidade.

Por todos estes motivos, em 2021, eu só vejo uma alternativa para São João da Madeira. A CDU.

Publicidade, Serviços & Donativos