Disparos da PSP durante assalto terão atingido mortalmente mulher de 23 anos

1802
PSP (Ovar).
Dreamweb 728×90 – Video I

Uma mulher de 23 anos da zona do Porto faleceu, ao início da madrugada, na cidade de S. João da Madeira, tudo indica, na sequência de disparos efetuados por agentes da PSP local durante a abordagem a uma viatura suspeita.

É a própria polícia a relacionar este caso com a entrada de uma vítima do sexo feminino no hospital sanjoanense com ferimentos de arma de fogo, onde entrou em paragem cardiorrespiratória e faleceu.

Segundo a PSP, pela meia noite, na Avenida do Vale, em São João da Madeira, agentes “detetaram uma viatura suspeita a circular na área de ocorrência dos furtos, com as luzes desligadas, parando junto dos veículos estacionados”.

“Momentos depois”, prossegue o comunicado, “foi audível o ruído correspondente à quebra de um vidro de uma viatura ali parqueada, indiciando uma prática criminal, pelo que os polícias abordaram os seus ocupantes”.

De acordo com o relato policial, “durante a abordagem aos suspeitos os policias efetuaram disparos com arma de fogo, em circunstâncias que serão apuradas”.

A viatura suspeita ainda conseguiu fugir do local, sem que fosse possível deter os seus ocupantes.

Segundo o Jornal de Notícias, a mulher foi atingida no peito quando a viatura os suspeitos seguia tentou atropelar os agentes.

A PSP informa ainda que deslocaram-se ao local dois elementos da Inspeção da PSP, “para procederem a uma análise e avaliação iniciais”.

Os factos foram comunicados à Polícia Judiciária e à Inspeção Geral da Administração Interna (IGAI).

A PSP também instaurou um inquérito de âmbito disciplinar, “para apurar as circunstâncias que rodearam a intervenção policial.”

“Independentemente do apuramento dos factos ocorridos, a PSP apela e aconselha que todos os cidadãos cumpram as ordens legais e legitimas dadas pelos seus polícias”, refere o comunicado.

Devido à existência de vários furtos em viaturas num “local concreto” da cidade de São João da Madeira, a PSP “criou uma equipa dedicada a esse fenómeno criminal.”

Publicidade, Serviços & Donativos