S. João da Madeira: Aquisição de medicamentos comparticipados pela autarquia

2355
Paços de Concelho de São João da Madeira.
Dreamweb 728×90 – Video I

Medida tomada no âmbito da Covid-19 abrange pessoas com 65 anos ou mais, que beneficiam do Cartão Sénior Municipal tipo B.

Os 298 idosos de S. João da Madeira que beneficiam de comparticipação da Câmara Municipal na aquisição de medicamentos, por se encontrarem em situação de carência económica, já não precisam que se dirigir à autarquia para receber esse apoio.

Esta é mais uma medida que visa agilizar este processo e reduzir a necessidade de deslocações dos munícipes em causa ou dos seus familiares, face à emergência de saúde pública provocada pela Covid-19.

Para isso, a Câmara Municipal propôs o estabelecimento de um acordo de cooperação às 5 farmácias do concelho, que manifestaram de imediato a sua aceitação.

Ficou então definido que os beneficiários do apoio municipal à aquisição de medicamentos não têm que efetuar qualquer pagamento, sendo este feito posteriormente pela autarquia a cada um desses estabelecimentos.

Esta medida abrange pessoas com 65 anos ou mais, em situação de carência económica, a quem a Câmara comparticipa, mensalmente, as despesas com saúde (até ao limite máximo de 600 euros, por ano, por pessoa), conforme prescrição médica, no montante não coberto pelo Serviço Nacional de Saúde. Ou seja, essa medicação não tem custos para esses idosos mais vulneráveis economicamente.

Anteriormente, estes seniores tinham que se deslocar à Divisão da Ação Social da Câmara para entregar as faturas da farmácia e a cópia da prescrição médica e, posteriormente, levantar a quantia respetiva, processo que agora se simplifica, reduzindo a necessidade de deslocações.

Em março, antes da implementação desta nova solução, as próprias técnicas da Ação Social da autarquia entregaram ao domicílio verbas correspondentes a cerca de seis dezenas dessas comparticipações municipais.

Município de São João da Madeira

Publicidade, Serviços & Donativos