Covid-19: Segundo maior registo de mortes no País, crescem os óbitos em lares de Aveiro e Ílhavo

2837
Alerta de coronavírus Covid-19.
Dreamweb 728×90 – Video I

O boletim epidemiológico da Direção-Geral de Saúde (DGS) com os dados mais recentes, até à meia de noite de ontem, aponta para 13.141 infetados por Covid-19. São mais 699 do que ontem, correspondente a uma taxa de crescimento de 5,6%

Há registo de 380 vítimas mortais, mais 35 do que ontem, tratando-se do segundo maior número de óbitos num só dia (apenas atrás das 37 mortes registadas na sexta-feira da semana passada).

Se o número de pessoas hospitalizadas continua a subir (mais 31, num total de 1211), verificou-se pela primeira vez uma redução do número de casos em unidades de cuidados intensivos para 245, menos 26 do que na véspera (descida de 9,6%).

A taxa de crescimento dos óbitos, na ordem dos 10%, é inferior à dos 11% de ontem e dos 5,4% de segunda-feira.

Segundo a DGS, a taxa de letalidade está em 2,9%. 380 mortes dizem respeito a pessoas com mais de 80 anos (faixa etária com 14% de letalidade).

O número de doentes recuperados regista uma subida de 184 para 196.

Estão referenciados 5903 casos suspeitos de Covid-19 a aguardar despistagem e são mais de 24 mil os que se encontram sob vigilância das autoridades de saúde.

Na Região Centro do País, a terceira mais afectada do País, de que faz parte o Agrupamento de Centros de Saúde (ACeS) do Baixo Vouga *, surgem referenciados no mais recente boletim 1865 infetados, correspondente a mais 99.

O número de óbitos passou para 96 (mais 8). Não há informação quanto aos recuperados no Centro.

[Relatório completo]

Nos concelhos do ACeS do Baixo Vouga, o relatório da DGS atribui a Ovar 273 infetados (mais 26), figurando novamente como o décimo concelho mais afetado do País.

Segue-se Aveiro, com 152 (mais 1). Em terceiro surge Ílhavo (86).

Mais óbitos nos lares de Aveiro e Ílhavo

No ponto de situação do ACeS do Baixo Vouga de terça-feira ao final da tarde estavam dados como confirmados 981 casos de infetados, mais 45, dos quais 81 profissionais de saúde e o número de óbitos era 48 (mais 2).

No entanto, esta quarta-feira, com a notícia de mais seis falecimentos (3 no lar da Misericórdia de Aveiro, 2 em Ovar e um utente do lar de S. José em Ílhavo), a região ultrapassa a meia centena de casos.

Aveiro alcança Ovar, ambos com 18 óbitos. No caso aveirense, as mortes dizem respeito ao lar da Misericórdia. Seguem-se Albergaria-A-Velha (7) e Ílhavo (6).

Nos concelhos de Aveiro Norte, sob jurisdição da Administração Regional de Saúde do Norte (ARSN), o boletim epidemiológico da DGS refere que a Feira tinha 233 (mais 2) e Oliveira de Azeméis 94 (mais 2).

Em Aveiro Norte, foram noticiados 12 falecimentos: 6 na Feira, 3 em Oliveira de Azeméis, 1 sexagenário utente da Cerci de S. João da Madeira, 1 idoso em Arouca e 2 utentes de um lar em Vale de Cambra.

A Sul, faleceu uma idosa do Luso, Mealhada.

Covid-19 / Ponto de situação online

* ACeS do Baixo Vouga: Águeda, Albergaria-a-Velha, Anadia, Aveiro, Estarreja, Ílhavo, Murtosa, Oliveira do Bairro, Ovar, Sever do Vouga e Vagos.

Artigo relacionado

Graça Freitas admite que Portugal já pode estar no pico do coronavírus

(Informação ao minuto Covid-19 na RTP).

Publicidade, Serviços & Donativos