Rota do Megalitismo passa por Sever do Vouga e incorpora 3 monumentos

627
Sever do Vouga.
Smartfire 728×90 – 1

No âmbito do Programa Valorizar (Linha de Apoio à Valorização Turística do Interior) foi aprovada uma candidatura, com a inclusão de 13 municípios, cuja entidade promotora é a CIM Viseu/Dão Lafões, que para além da coordenação e gestão do projeto, cabe a articulação com as diversas entidades intervenientes.

Pretende-se com esta candidatura criar um produto turístico de índole cultural, incorporando na rota um conjunto de monumentos megalíticos mais emblemáticos deste território, constituído por 13 municípios.

Este investimento está enquadrado na Estratégia Turística 2027 que aponta para a conservação e valorização do património cultural, bem como para a promoção do seu potencial turístico. O investimento associado ao projeto (MEG: Rota do Megalitismo da Região Viseu, Dão – Lafões e Sever do Vouga) ascende a 428.571,43 €, ao qual foi atribuída a comparticipação financeira de 300.000,00€. O montante não comparticipado, na ordem de 128.571,43 €, será suportado pelos 13 municípios, tendo por base o número de monumentos que cada Município incorpora na Rota do Megalitismo. Sever do Vouga integrou 3 monumentos.

António Coutinho, Presidente da Câmara Municipal de Sever do Vouga, refere que este é um excelente projeto interconcelhio, que reúne 13 concelhos a falar a uma só voz e que Sever do Vouga pode ter muitos e bons proveitos, devido à sua riqueza de monumentos da era do megalítico, potenciando assim os agentes turísticos do concelho, ao nível da restauração e alojamento, que após a implementação do projeto no terreno, podem contar com um tipo de turista diferente do habitual. O edil refere mesmo que o território contém inúmeras marcas de outros tempos e registos bem conservados de monumentos que farão sonhar as pessoas que procuram este tipo de turismo.

Câmara de Sever do Vouga

Publicidade, Serviços & Donativos