Ralicross de Montalegre com bom desempenho de José Lameiro

784
Piloto José Lameiro.

José Lameiro conseguiu “mais um bom resultado”, desta vez no Ralicross de Montalegre, “que lhe permite continuar no segundo posto do campeonato”.

O balanço feito pela equipa do piloto aveirense lembra, contudo, que “em tudo foi fácil” na prova realizada a 21 e 22 de julho.

A muita altitude a que se encontra o circuito, levou a que o motor do Seat Leon Rx não funcionasse no seu melhor.

“Montalegre foi uma estreia difícil. Sentimos dificuldades de adaptação ao traçado, mas fomo-nos ajustando, gradualmente. Além disso, tivemos problemas com o motor, nos arranques, pois ele teimava em não colaborar. Dificultou-nos, ao máximo, todas as partidas. Tínhamos a intenção de seguir os mais rápidos, para aprendermos o traçado e evoluirmos mais rapidamente. Mas, assim, com partidas falhadas, foi mais difícil”, referiu José Lameiro citado pela sua assessoria de imprensa.

Os problemas serão resolvidos para as próximas idas a Montalegre. Desta vez, como não houve testes antes da prova e foi uma estreia do carro neste circuito, o imponderável aconteceu. A Simparacing tudo fez para resolver, ou minimizar o problema.

“Agradeço o interminável apoio, o incansável esforço para resolver as dificuldades, a toda a assistência. Seguramente vamos estar mais fortes, na próxima jornada em Lousada”, disse o piloto.

No Ralicross de Montalegre, José Lameiro conquistou os pontos do terceiro posto, o que lhe permitiu manter a segunda posição no Campeonato, aumentando a diferença para o terceiro. Isto na categoria rainha do Ralicross, a Super Car.

A próxima jornada é nos dias 8 e 9 de setembro, no Eurocircuito de Lousada. Será a segunda vez que a pista é visitada. Para José Lameiro é novidade, mas o piloto da Diatosta/Rialto está empenhado em “conseguir mais um excelente lugar.”