Quatro anos e meio de cadeia, com pena suspensa, para incendiário que agiu por vingança

594
Palácio de Justiça, Aveiro.
Dreamweb 728×90 – Video I

Quatro anos de prisão, suspensa, e pagamento de 2500 euros aos bombeiros de Sever do Vouga. Foi esta a pena aplicada pelo Tribunal de Aveiro a um homem julgado no Tribunal de Aveiro por crime de incêndio agravado e ameaças.

O arguido estava acusado de ter ateado fogos num pinhal em Sever do Vouga para se vingar da proprietária, por esta não reatar o relacionamento amoroso interrompido alguns anos antes.

Estavam em causa três incêndios que ocorreram em julho do ano passado, que consumiram cerca de seis hectares de mancha florestal, composta por eucaliptos e pinheiros. O coletivo deu como provado um dos casos.

No julgamento, o homem de 58 anos, residente em Oliveira de Azeméis, negou a autoria dos incêndios, confirmando apenas que enviou mensagens à ofendida mas para reclamar o pagamento de 10 mil euros que lhe havia emprestado.

O agora condenado e a ofendida estavam separados há mais de quatro anos, mas o primeiro nunca terá aceitado o fim da relação, tendo sido acusado de denúncias por danos diversos e injúrias

Publicidade, Serviços & Donativos