PSP deteve dois indivíduos em Ovar e São João da Madeira por desacatos

9602
Agente da PSP.
Smartfire 728×90 – 1

A PSP de São João da Madeira deteve ontem um homem, de 29 anos, desempregado, pela prática do crime de resistência e coação sobre funcionário.

“A detenção ocorreu no seguimento de um alegado crime de dano, provocado num estabelecimento de restauração e bebidas, no qual foi arrancado um cinzeiro de parede e arremessado ao solo”, explica a polícia em comunicado.

“O indivíduo, suspeito de ter praticado o dano, foi intercetado pelos elementos policiais, próximo do local, tendo reagido à abordagem com pontapés num dos polícias”, refere ainda a PSP.

Já nas instalações policiais, foi-lhe apreendido, como medida cautelar, um telemóvel, 5 seringas, 16 beatas e 1 isqueiro.
O suspeito foi constituído arguido e sujeito a Termo de Identidade e Residência (TIR).

Em Ovar, a PSP devete um homem, de 35 anos, pedreiro, por crime contra a propriedade.

“Após comunicação de que um indivíduo estava a provocar desacatos numa rua da cidade de Ovar, esta polícia deslocou-se para o local e, na altura em que parou a viatura policial, o suspeito começou a desferir pontapés e murros na viatura, abriu a porta do condutor, e, por entre injúrias, tentou agredir fisicamente o elemento policial”, relata o comunicado policial.

Segundo a PSP, o indivíduo por não acatar as ordens que lhe foram dirigidas para acabar com aquela conduta agressiva, foi manietado, detido e transportado para a esquadra.

“À porta das instalações policiais encontrava-se a tripulação de uma ambulância dos Bombeiros Voluntários de Ovar, a qual relatou que tinha sido solicitada por desconhecidos a comparecer no local dos desacatos, uma vez que o suspeito apresentava alguns ferimentos ligeiros, mas que, ao o abordarem, este reagiu com a mesma conduta, tendo desferido pontapés e murros na ambulância, provocando danos em vários sítios da carroçaria”, refere a PSP.

Da detenção foi dado conhecimento ao Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) – Secção de Ovar, tendo o detido sido constituído arguido, ficando a aguardar o desenrolar do inquérito.

Publicidade, Serviços & Donativos