Prisão preventiva para casal suspeito de meia centena de furtos

378
GNR.
Dreamweb 728×90 – Video I

O Tribunal de Santa Maria da Feira decidiu remeter para prisão preventiva um casal de 21 e 37 anos, suspeito da autoria de cerca de 50 furtos em interior de residência e em veículos.

A última ocorrência envolvendo os suspeitos é de 20 de maio, na localidade de Caldas de São Jorge, quando foram intercetados.

“Na sequência de uma denúncia que se encontrava a decorrer um furto em interior de residência, os militares deslocaram-se prontamente ao local e procederam à abordagem de um casal, que se encontrava nas imediações da mesma, por suspeitas de serem os autores do ilícito. Após várias diligências, veio a confirmar-se a autoria deste crime, tendo sido detidos através do cumprimento de mandados de detenção fora de flagrante delito”, explica a GNR em comunicado.

Os detidos já se encontravam a ser investigados Núcleo de Investigação Criminal (NIC) da Feira há cerca de seis meses, estando referenciados pela prática de mais de 50 crimes contra o património nos concelho de Santa Maria da Feira, Vila Nova de Gaia, Oliveira de Azeméis e Águeda.

“Detidos pela GNR por diversas vezes, os suspeitos encontravam-se com a medida de coação de apresentações periódicas no posto policial, continuando, no entanto, com a atividade delituosa, criando, assim, elevado alarme social e sentimento de insegurança junto da população local”, adianta a Guarda.

Presentes a 21 de maio ao Tribunal Judicial de Santa Maria da Feira, o juiz decidiu desta vez pela medida de coação mais gravosa, ficando a aguardar julgamento em prisão preventiva.

Publicidade, Serviços & Donativos