Plano Municipal de Emergência de Ílhavo esperou 17 meses pelo parecer da Comissão Nacional

210
Paços de Concelho de Ílhavo.

A Câmara de Ílhavo tomou conhecimento na sua última reunião de executivo que o Plano Municipal de Emergência e Proteção Civil de Ílhavo foi aprovado na reunião ordinária da Comissão Nacional de Proteção Civil realizada a 23 de julho passado.

O documento “aguardava” pelo parecer há cerca de 19 meses, “depois de ter sido sujeito a consulta pública” em dezembro de 2017.

Espera-se agora pela publicação em Diário da República, após a qual entrará em vigor no dia seguinte.

Depois, o Plano Municipal de Emergência e Proteção Civil de Ílhavo será testado no prazo de 180 dias com um exercício que contará com a intervenção dos vários agentes de Proteção Civil, de acordo com a Resolução da Comissão Nacional de Proteção Civil.

Publicidade, Serviços & Donativos