Pena suspensa para homens apanhados em assaltos na zona industrial de Taboeira

912
Tribunal de Aveiro.

Dois cidadãos de nacionalidade romena apanhados em março de 2018 a fazer assaltos na zona industrial de Taboeira, em Aveiro, foram, ontem, condenados pelo Tribunal de Aveiro a quatro anos de prisão, com pena suspensa.

Estavam em causa dois crimes, um de furto qualificado e outro na forma tentada. A pena aplicada em cúmulo jurídico ficará suspensa na sua execução se os arguidos pagarem a quantia de 2.500 euros de indemnização.

Durante o julgamento, os homens fizeram uma confissão integral e sem reserva dos factos. A dupla romena conseguiu assaltar uma empresa e depois tentou o mesmo no posto de correios situado na mesma zona, mas foram detidos em flagrante pela GNR.

Após a leitura do acórdão a juíza presidente determinou a extinção da medida de coação de permanência na habitação com vigilância eletrónica a que os arguidos estavam sujeitos.

Os homens, com 30 e 34 anos, têm antecedentes criminais pelo mesmo tipo de crime. Dois outros indivíduos terão participado nos assaltos mas não chegaram a ser identificados.

A GNR recebeu uma denúncia de furto no posto dos CTT, tendo deslocado uma patrulha imediatamente ao local, onde os Guardas chegaram a ver quatro indivíduos encapuzados.

Um dos suspeitos foi detido no local, mas os restantes conseguiram fugir sem levar nada. O homem colaborou com as autoridades, fornecendo sobre a viatura usada pelo grupo.

De imediato, foi montado um dispositivo policial no sentido de localizar os restantes indivíduos, tendo-se conseguido intercetar um segundo assaltante, já na autoestrada A1, o qual circulava na viatura utilizada no furto.

Na viatura intercetada foi possível encontrar diverso material usado para a prática de outros furtos, nomeadamente, um pé de cabra, uma rebarbadora e discos de corte, além de material informático que pertencia a uma outra empresa que também tinha sido assaltada.