Pastor condenado por maus-tratos infligidos a cadela

313
Tribunal de Ílhavo.
Dreamweb 728×90 – Video I

O Tribunal de Ílhavo condenou um pastor por um crime de maus-tratos a animal, por, em 2019, ter batido numa cadela até a deixar cega de um olho.

Segundo o Jornal de Notícias, a juíza considerou que a tese da legítima defesa invocada por Carlos Veiga – que alegou que a cadela integrava uma matilha de cães vadios que atacou-o a si e ao seu rebanho – não era credível e sentenciou-o a uma pena de multa de 700 euros.

Artigo relacionado

Pastor julgado por maus tratos a cadela em Ílhavo

Publicidade, Serviços & Donativos

Para conhecer e ativar campanhas em NoticiasdeAveiro.pt, assim como conhecer / requisitar outros serviços e fazer donativos, utilize a nossa plataforma online.