Ovar: Autoridades policiais atentas à violação da ‘cerca sanitária’

1083
GNR (Ovar).

As autoridades policiais registaram na zona de Ovar, desde a declaração de estado de calamidade, a 17 de março, 10 tentativas de violação da ‘cerca sanitária’ imposta como medida de contenção da pandemia de Covid-19.

Uma das informações prestadas, esta tarde, pelo ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, após da reunião de estrutura de monitorização do estado de emergência para um novo balanço das entidades envolvidas.

Segundo o governante, os portugueses “cumpriram em geral” as limitações impostas durante primeira fase o plano de emergência, que foi prorrogado ontem por mais 15 dias, assim como o estado de calamidade em Ovar.

Entre as 108 detenções ocorridas no País, 29 dizem respeito violações de obrigações de confinamento, 10 a tentativas de violação da ‘cerca sanitária’ de Ovar e também violações de encerramento de estabelecimentos comerciais (artigo da Rádio Renascença).

Ainda em Ovar, só a GNR, que tem a seu cargo o policiamento fora da cidade, fez durante o dia de ontem seis detenções por infrações ao estado de emergência.

Em causa o crime de desobediência, uma vez que os cidadãos (4 homens e duas mulheres) foram detetados em violação de cerco sanitário. Um indivíduo estava a fazer desporto. Um grupo de três pessoas foram intercetadas durante um passeio a pé.

Publicidade, Serviços & Donativos

(Informação ao minuto Covid-19 na RTP).

Artigo relacionado

Covid-19: Estado de calamidade de Ovar acompanha emergência nacional / Lar de Estarreja com 26 infetados

Publicidade, Serviços & Donativos