Ovar: Aprovada redução do IMI

2406
Paços de Concelho, Ovar.

A Câmara de Ovar aprovou a redução da taxa de IMI, mantendo as restantes taxas locais (derrama, IRS e direitos de passagem).

A maioria PSD garante que “mantém e aprofunda a estratégia de contenção da carga fiscal” com a proposta para 2020.

“Temos hoje a maior carga fiscal de sempre em termos nacionais. Somos sensíveis às dificuldades das famílias vareiras e, por outro lado, queremos atrair mais gente para o nosso território”, afirmo o presidente da edilidade, citado em nota de imprensa.

A autarquia decidiu reduzir a taxa de IMI (passando de 0,38% para 0,37% para prédios urbanos), manter a taxa de participação no IRS (permitindo a devolução de cerca de 860 mil euros aos contribuintes de Ovar) e não mexer na taxa de derrama, incluindo as isenções às micro e às pequenas empresas do concelho que criem postos de trabalho, “potenciando Ovar como um território mais empregador e mais empreendedor”. Uma “estratégia profícua e com resultados positivos”, garante Salvador Malheiro.

Ler comunicado da Câmara de Ovar na íntegra.
 

Publicidade, Serviços & Donativos