PS/Aveiro: Revisão do PDM “ferida” por falta de participação

454
Smartfire 728×90 – 1

 

 

O PS retomou as críticas à maioria PSD-CDS a pretexto da revisão do Plano Diretor Municipal, que foi aprovada no executivo com os votos contra da oposição.

“Depois da reunião de Câmara do dia 11 de Setembro, relativa à revisão do PDM, a única participação possível é, acima de tudo, a que não aplauda o chefe (Presidente de Câmara), a única pessoa no mundo que sabe de tudo. E esta participação ‘autorizada’ é feita na rua, no café, no futebol, … desde que não contrarie quem sabe, o Presidente da Câmara”, ironizam os socialistas em comunicado.

É deixado também um alerta para as consequências da liderança municipal: “Quando procuramos razões para entender o afastamento dos cidadãos da política, esta estará seguramente em primeiro. O relacionamento que se tem com as pessoas.”

Para o PS, a revisão do PDM de Aveiro “só pode estar ferida no essencial: a participação”, lembrando que “tem contribuído permanentemente com documentos fundamentados, discutidos com os cidadãos”.

Os socialistas reafirmam, também, as críticas apresentadas à proposta de revisão da Carta Educativa, considerando que “é uma desgraça completa”.

Comunicado do PS de Aveiro sobre a revisão do PDM e da Carta Educativa.

Artigo relacionado

Aveiro: PS critica falta de “acolhimento da sensibilidade” dos cidadãos na revisão do PDM

Aveiro: Carta Educativa aprovada com voto contra do PS não mexe nos agrupamentos

Publicidade, Serviços & Donativos