Orquestra das Beiras renova estatuto regional

771
Orquestra Filarmonia das Beiras, Aveiro.
Smartfire 728×90 – 1

Um despacho da ministra da Cultura, hoje publicado no Diário da República, atribui o estatuto de orquestra regional à Orquestra Filarmonia das Beiras, associação liderada pela Universidade de Aveiro com envolvimento de autarquias e outras instituições da Região Centro.

A Orquestra do Norte, na região Norte, e a Orquestra Clássica do Sul, na região do Algarve, completam a rede.

O Governo seguiu o parecer da Direção-Geral das Artes (DGARTES) para fixar a área geográfica de atividade das orquestras regionais.

O estatuto atribuído é válido para o quadriénio 2018-2021, permitindo, assim,  manter o acesso a financiamento público das atividades que desenvolve.

A Orquestra das Beiras existe há duas décadas. Deu o seu primeiro concerto no dia 15 de Dezembro de 1997, sob a direção de Fernando Eldoro, seu primeiro diretor artístico.

Artigo relacionado

Filarmonia “tem sido case study enquanto exemplo de boas práticas” – maestro António Vassalo