Operação “Ajuste Secreto” com 68 arguidos acusados de 890 crimes

1710
Tribunal de Santa Maria da Feira.
Dreamweb 728×90 – Video I

O Ministério Público da Feira imputou 142 crimes ao vice-presidente da Federação Portuguesa de Futebol e ex-presidente da Câmara de Oliveira de Azeméis, Hermínio Loureiro, no âmbito da operação “Ajuste Secreto”, onde um total de 68 arguidos respondem por 890 crimes.

O antigo autarca é o nome mais sonante do grupo de 68 acusados (51 singulares e 17 coletivos), mas não é sobre ele que recai o maior número de acusações, de acordo com o despacho do MP hoje consultado pela agência Lusa.

Artigos relacionados

Presidente da Câmara de Albergaria é um dos arguidos do caso Ajuste Secreto

Vice presidente da Câmara de Estarreja é um dos arguidos do processo ‘Ajuste secreto’

Acusação do processo ‘Ajuste secreto’ imputa crimes económicos a 68 arguidos

Publicidade, Serviços & Donativos