Oliveira do Bairro entre as autarquias com “melhores práticas e medidas de apoio” a cuidadores informais

774
Foto partilhada pela Câmara de Oliveira do Bairro.

A Câmara Municipal de Oliveira do Bairro foi distinguida, pelo segundo ano consecutivo, como uma das autarquias portuguesas “que adotam as melhores práticas e medidas de apoio em benefício dos cuidadores informais”.

A distinção foi alcançada no âmbito da 2.ª edição da iniciativa “Rede de Autarquias que Cuidam dos Cuidadores Informais” (RACCI), lançada pelo Movimento Cuidar dos Cuidadores Informais, e teve por base o projeto ‘(IN)Formar para Cuidar’, que a autarquia oliveirense lançou em 2022, em parceria com a Unidade de Cuidados na Comunidade (UCC) Cubo Mágico da Saúde.

Através de um programa de formação gratuita, o projeto psicoeducativo ‘(IN)Formar para Cuidar’ destina-se a cuidadores formais e informais, com o objetivo de proporcionar, por um lado, um suporte educativo/informativo, onde é fornecida informação útil e instrumental sobre diversas temáticas pertinentes, e, por outro, um espaço de suporte emocional, para expressar e normalizar emoções associadas aos temas abordados.

De acordo com a organização, o projeto apresentado por Oliveira do Bairro foi mesmo “um dos que obteve as melhores avaliações globais”, de entre as 42 autarquias que conseguiram o Selo de Mérito da iniciativa.

Recorde-se que em 2022, o município oliveirense conseguiu a mesma distinção com o projeto “ProximIDADES”, de apoio aos idosos em situação de maior vulnerabilidade.

Lília Ana Águas, Vereadora da Ação Social e da Idade Maior do Município de Oliveira do Bairro, congratulou-se “por ver mais um projeto do Município ser premiado e reconhecido a nível nacional”, partilhando o mérito com “a UCC Cubo Mágico da Saúde, com que temos trabalhado de forma muito próxima e eficiente, com o foco na humanização dos cuidados prestados a quem mais precisa”.

De acordo com a autarca, “o projeto ‘(IN)Formar para Cuidar’ já permitiu ministrar formação gratuita a cerca de seis dezenas de cuidadores, entre informais e colaboradores de IPSS, contando com uma equipa multi e interdisciplinar, que inclui profissionais das áreas da gerontologia, enfermagem, psicologia, serviço social, nutrição, fisioterapia e saúde oral, para além da participação dos Bombeiros Voluntários de Oliveira do Bairro e da Guarda Nacional Republicana”.

Depois de realizada uma edição em 2022 e iniciada outra já este ano, Lília Ana Águas refere que as formações no âmbito do projeto “são para continuar e é nossa intenção reforçar essa periodicidade, passando a realizar duas por ano, tendo em conta as melhorias significativas que registámos nos cuidadores e sabendo que a sobrecarga associada ao cuidado de pessoas idosas com dependência, de causa física ou mental, é para nós uma prioridade em termos de saúde pública”.

A “Rede de Autarquias que Cuidam dos Cuidadores Informais” é uma iniciativa do Movimento Cuidar dos Cuidadores Informais que se destina a distinguir, divulgar e amplificar as melhores práticas levadas a cabo por municípios e freguesias portuguesas nesta área, através da atribuição de selos de mérito.

Câmara de Oliveira do Bairro

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.