Oliveira de Azeméis: Coleção de postais promove património histórico do concelho

1212

O município de Oliveira de Azeméis lançou uma coleção de postais sobre 12 pontos patrimoniais de interesse do concelho.

A apresentação dos desenhos pintados em aguarela pela artista Joana Pintor integrou o programa local para assinalar o Dia Mundial do Turismo e as Jornadas Europeias do Património.

Os postais retratam o Castro de Ul, a casa-museu Ferreira de Castro, o açude do Pedregulhal, o edifício dos Paços do Concelho, as minas do Pintor, a capela de Nossa Senhora da Ribeira, o Largo da malha, o moinho do rio Ul, o Mosteiro Beneditino do Couto de Cucujães, a Ponte do Manica, o parque e a capela de La Salette e a Praça José da Costa.

Segundo o presidente da autarquia, Joaquim Jorge, pretendeu-se vincar “a importância do património como fator de potenciar o turismo” num concelho que “tem um elevado potencial do património edificado, arquitetónico, natural e religioso”.

A coleção de postais veio, também, suprimir “uma lacuna na oferta documental do município, num suporte ainda apreciado pelo público e destinado a colecionistas e interessados na história local e no património cultural”.

A autoria, Joana Pintor, uma jovem oliveirense, expôs em agosto de 2018 um conjunto de elementos patrimoniais nos antigos Paços da Bemposta “revelando grande capacidade de retratar o património mais emblemático do concelho.”

As 12 aguarelas ficam expostas até ao dia 4 de outubro na Loja Interativa de Turismo e serão postos à venda nos vários edifícios municipais.

Publicidade, Serviços & Donativos