Ol. de Azeméis: Autarquia monitoriza qualidade da água do Rio Caima

1091
Rio Caima, Oliveira de Azeméis.

O município de Oliveira de Azeméis está a elaborar um ‘Plano de Adaptação às Alterações Climáticas’ que prevê várias medidas locais.

Uma das ações será a criação de uma zona balnear para reduzir os impactos do aumento das temperaturas e da frequência das ondas de calor, tendo sido elegida para avaliação a área do Pedregulhal, em Ossela, nas margens do Rio Caima, espaço de visitação e estadia no concelho.

Nesse sentido, será feita regularmente a monitorização do caudal “para a avaliação anual da sua qualidade como água balnear”.

A primeira amostragem indica que a água do Rio Caima, na área do Pedregulhal, em Ossela, deve ser classificada como “água imprópria para banhos”, de acordo com a norma para a classificação anual das águas balneares.

Para que o Rio Caima possa ser aconselhado para banhos na zona em causa, a Câmara assume que “é necessário um esforço coletivo, através da eliminação e/ou identificação de quaisquer descargas indevidas que ocorram para as linhas de água, as quais colocam em risco os recursos hídricos e as suas potencialidades de usufruto”.

Por isso, as equipas de fiscalização da autarquia “estarão particularmente atentas a comportamentos erráticos, nomeadamente no que toca a descargas indevidas para a linha de água e a autarquia assume tolerância zero em relação a este tipo de práticas.”

A Câmara defende que o Rio Caima é “um bem de todos e para todos que é preciso, urgentemente, despoluir”.

Publicidade, Serviços & Donativos