Obras nas rotundas de Cacia retomadas dentro de dias

1370
Obras na antiga EN 109, Cacia.

Na próxima segunda-feira, vai ser assinado o contrato entre a Câmara de Aveiro e o novo empreiteiro da obra da variante de Cacia, anuncia a edilidade em comunicado, apontando a conclusão para janeiro do próximo ano.

A obra de construção do troço com duas rotundas será reiniciada já na próxima semana, “o que acontece por força da incapacidade” da empresa inicialmente contratada de prosseguir com a execução da obra, “em consequência da fatalidade do fim da sua existência, em resultado de graves problemas dentro da sua estrutura acionista familiar e de processos fiscais com a Autoridade Tributária”.

Um acordo entre o anterior empreiteiro, o novo empreiteiro e a Câmara possibilitou a realização da cessão da posição contratual entre as empresas em causa.

O novo empreiteiro foi sub-empreiteiro desta obra numa operação de pavimentações, “tendo por isso conhecimento da obra e tendo estado a desenvolver nas últimas quatro semanas os trabalhos preparatórios para iniciar a obra.”

Integrada no Plano de Pormenor de Parte da Zona Industrial de Cacia com um investimento global de aproximadamente 1,2 milhões de euros (compra de terrenos e empreitada), a nova variante rodoviária de Cacia assegura a criação de um novo acesso entre a antiga EN 109 e a Rua Bombeiros da Celulose, reformulando também a gestão de tráfego na antiga EN 109 nesse local (substituindo os cruzamentos existentes por duas rotundas), aumentando assim a capacidade de escoamento de trânsito, a segurança e o conforto de quem circula nesta zona do município de Aveiro.

A Câmara “solicita a todos os moradores e utilizadores a maior compreensão, lamentando o atraso que existe na execução desta importante obra, prevendo-se a conclusão dos trabalhos até ao final do mês de janeiro de 2019.

Nova rotunda do ISCA entra em obras

Entretanto, na próxima semana serão iniciados os trabalhos da empreitada de reformulação do nó da Avenida da Universidade (ISCA – UA) para construção da nova rotunda, “uma intervenção de qualificação da rede viária de enorme importância que melhorará as condições de segurança para o peão, ciclistas e automobilistas no cruzamento semaforizado existente na Avenida da Universidade com a Rua Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Aveiro, junto ao ISCA-UA.”

A rotunda também se enquadra na reformulação viária desta zona, visando a melhoria da sustentabilidade rodoviária para os edifícios da ampliação do Hospital Infante D. Pedro, a construir nos terrenos ocupados pelos antigos Armazéns da Câmara e pelo Estádio Mário Duarte.
A obra será executada pela pelo valor de 228.000 euros e tem um prazo de execução de seis meses, constituindo-se também nesta zona como a plataforma de ligação da via ciclável que vai fazer a ligação entre o campus da UA e a estação da CP.