Navalria prepara estaleiro para desmantelar navios maiores

1211
Estaleiro da Navalria.
Smartfire 728×90 – 1

A Navalria pretende capacitar a sua unidade de reciclagem para receber navios em fim de vida de dimensões maiores.

O projeto encontra-se em fase de elaboração do Estudo de Impacte Ambiental (EIA) que é exigido pela entidade licenciadora.

A empresa do grupo Martifer já entregou à autoridade ambiental a Proposta de Definição do Âmbito (PDA) do projeto, que está até ao final do mês em consulta pública.

O estaleiro naval junto à ria existe há mais de quatro décadas ocupando uma área concessionada pelo Porto de Aveiro, no concelho de Aveiro.

A ampliação da unidade de reciclagem de navios decorre no âmbito “da consolidação da sua estratégia dos seus negócios”.

Em 2009, a Navalria associou-se ao consórcio espanhol para o projeto europeu ‘Life + Recyship’ e em 2011 pediu o licenciamento como operador de gestão de resíduos, permitindo exercer a atividade de reciclagem.

Atualmente, está habilitado a reciclar embarcações até um máximo de 104 metros de comprimento, 6,5 metros de largura e 6,5 metros de calado.

Confrontada com a necessidade de renovar o alvará, a empresa, que dá trabalho a cerca de quatro dezenas de pessoas, recorrendo, também, regularmente, a mão-de-obra via subcontratação, aproveitou para pedir autorização para desmantelar navios maiores, passando a envolver na atividade todo o estaleiro.

A Proposta de Definição de Âmbito (PDA) considera que “não é expectável a ocorrência de impactes significativos ou muito significativos” em termos ambientais com o aumento da atividade de reciclagem, estando previstas uma série de medidas de mitigação e acompanhamento.

Publicidade, Serviços & Donativos

Para conhecer e ativar campanhas em NoticiasdeAveiro.pt, assim como conhecer / requisitar outros serviços e fazer donativos, utilize a nossa plataforma online.