Nasceu o movimento MARIA …em defesa da Ria de Aveiro

288
MARIA, movimento de cidadãos.
Dreamweb 728×90 – Video I

Dando expressão a uma necessidade desde há muito sentida, um grupo de cidadãos decidiu instituir um movimento cívico em defesa da Ria de Aveiro e do património ambiental lagunar, na perspetiva da preservação do seu complexo ecossistema que a todos compete preservar para as gerações futuras.

Movido por um interesse comum, este grupo de cidadãos decidiu fundar o MARIA – Movimento de Amigos da Ria de Aveiro , que congrega, nesta fase de arranque, um núcleo de pessoas que se revê na necessidade de encontrar um canal que permita tornar públicas as suas preocupações, reflexões e anseios em relação aos temas que se colocam à Ria de Aveiro, nomeadamente, os que têm a ver com a intervenção humana, ou a sua ausência, e com as alterações climáticas.

O MARIA é, assim, um fórum cívico, plural, de reflexão, debate, troca de experiências, ação cooperativa e intervenção pública no espaço público sobre todas as matérias que digam respeito ao ecossistema da Ria de Aveiro, considerando as ameaças naturais e os fenómenos de caráter ambiental, tendo em vista a manutenção de uma realidade socioeconómica tal como hoje a conhecemos e que se pretende preservar para o futuro.

O movimento emana diretamente da sociedade civil, é independente de quaisquer poderes políticos, económicos ou religiosos e resulta da agregação voluntária de pessoas, coletividades, associações e organizações disponíveis para participar, apoiar e facilitar a discussão e reflexão de todos os temas relacionados com a Ria de Aveiro.

Do núcleo de fundadores do MARIA , fazem parte André Zúquete, João Senos da Fonseca, José Luís Martins Pereira, José Paulo Vieira da Silva, Luísa Amador, Paulo Ramalheira, Pedro Martins Pereira, Rui Bela, Vasco Vieira de Melo e Virgílio Monteiro.

www.facebook.com/movamigosria

Publicidade, Serviços & Donativos