Murtosa: Associação ‘CãoAmor’ com apoio municipal para acompanhar animais de companhia

608
Paços de Concelho, Murtosa.
Smartfire 728×90 – 1

O município da Murtosa está a apoiar a associação ‘FaçaAcontecer – CãoAmor’ com os encargo no apoio a animais de companhia, numa altura em que existem novas exigências legais, que ditaram, nomeadamente o fim do abate.

Atendendo à “relevância do serviço público” que é prestado pelos voluntários, o executivo camarário deliberou atribuir um subsídio de 2000 euros à atividade desenvolvida localmente.

A verba destina-se a comparticipar os encargos com o trabalho desenvolvido pela associação no concelho murtoseiro.

A Câmara da Murtosa não possui, nesta altura, um Centro de Recolha Oficial de Animais (CROA) e conta com a colaboração do veterinário municipal de Ovar para dar resposta a intervenções necessárias no que diz respeito a animais errantes.

O município aguarda pela construção do CROA que a Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro (CIRA) projeta localizar nos concelhos de Aveiro, Ovar e Águeda.

Será este o equipamento que no futuro dará resposta às necessidades também da Murtosa.

Até lá, atendendo à responsabilidade legal das Câmaras, nomeadamente em programas de esterilização, foi decidido recorrer ao apoio da associação ‘Cão Maior’, que ao longo do tempo tem feito o levantamento e acompanhamento das matilhas, e que possui um registo atualizado, bem como outras informações no âmbito dessa monitorização.

Este trabalho tem permitido fazer já esterilizações e recolha de recém nascidos para adoação (mais de três dezenas em 2018.

A associação com sede em Estarreja não tem fins lucrativos e recorre a donativos e apoio de associados para o trabalho que realiza junto de animais de rua.


Artigo relacionado

Canil intermunicipal sofreu ‘ajustamentos’ para encaixar nas exigências governamentais