Município de Aveiro quer “tirar mais proveito” do cluster TICE após “conquista” de projeto europeu

465
Techdays 2018.

Os Techdays tornaram-se “uma marca importante na agenda de eventos” de Aveiro registando “um crescimento no seu percurso” e segue com um “programa diverso e novas atratividades” nas áreas da Tecnologias da Informação, Comunicação e Eletrónica (TICE), que “dá também um contributo para um país descentralizado”.

Palavras de Ribau Esteves na abertura da quarta edição do fórum das tecnologias da comunicação, com organização do município repartida por vários parceiros, entre associações sectoriais, empresas e outras entidades, que decorre até sábado.

O edil vincou o empenho em “tirar ainda mais proveito do ecossistema” local, entre agentes públicos (caso da Universidade) e empresas do sector.

Para isso muito contribuirá a recente escolha pela Comissão Europeia para Aveiro integrar o programa de ‘Ações Urbanas Inovadoras’, no âmbito da criação das smart cities.

“Aveiro ganhou a sua candidatura. Passou a pertencer a este pequeno grupo, entra para o clube dos 55 projetos formalmente em desenvolvimento, agora no terceiro concurso, a que se candidataram 768 projetos de 26 estados. Somos a única cidade portuguesa entre 22 europeias, embora com pena nossa. Várias outras tentaram, mas não foram chamadas”, referiu o presidente da Câmara, dando conta que está atribuido um investimento a fundo perdido de 6,1 milhões de euros, com apoio de 4,9 milhões de euros a executar em três anos.

A autarquia à sua parte contará no projeto ‘Aveiro Steamcity’ com uma verba de 1,9 milhões de investimento, com 80 por fundo perdido. Outros parceiros, como a Altice e a Universidade de Aveiro, vão também investir e receber comparticipações.

O projeto de Aveiro, a apresentar com maior pormenor em outra data, pretende dinamizar ações de base tecnológica para garantir “uma gestão mais inteligente de recursos” e lançar ‘estudos de caso’ na construção de cidade inteligente dirigidos para a mobilidade, energia ou ambiente.

Aveiro irá criar um laboratório dotado de rede 5G, serviços para atrair empresas e talento, estudar necessidades e formação para a revolução digital, formar para os empregos de futuro ligados à ciência, tecnologia, artes e matemática. Serão lançados “desafios” de desenvolvimento urbano e criação de soluções que resolver problemas da comunidade.

“É uma grande oportunidade que não vamos desperdiçar e queremos aproveitar”, vincou Ribau Esteves (Press com mais informação sobre Techdays e ‘Aveiro Steamcity’) .

Eventos empresariais e conferências

40 oradores de renome nacional e internacional falam sobre cidades inteligentes, indústria 4.0, economia circular, mobilidade e talentos & competências, enquanto acontecem 250 encontros de negócios B2B e várias atividades de educação para a ciência, gaming e entretenimento [consultar programa]

Declarações

“Aveiro é sítio ideal para os Techdays, temos um sistema tecnológico maduro, onde este tipo de iniciativas encontra chão fértil e vai germinar. A União Europeia passa por grandes desafios económicos e políticos. A dificuldade em que se encontra Portugal perante desafios destes é grande, precisa de sucesso e não tem as condições. Aveiro tem procurado resolver esse problema, temos condições para ter sucesso” – Paulo Jorge Ferreira, reitor da Universidade de Aveiro.

“É notável o que Aveiro conseguiu, temos vindo a crescer juntos. A Altice tem contribuindo para afirmar a cidade, a região, que é uma referência nacional e internacional do desenvolvimento tecnológico, a capital nacional do desenvolvimento tecnológico e das telecomunicações. O Techdays tornou-se incontornável no que toca a tecnologia, inovação e desenvolvimento da sociedade de informação, marca a agenda. Reiteramos o compromisso com Aveiro e com a inovação. O Altice Labs é o centro de investigação de todo o grupo que é 17ª operador do mundo. Grande parte da tecnologia que levamos aos portuguesas é daqui” – Alexandre Fonseca, CEO da Altice Portugal.

Vídeo da sessão de abertura

Artigo relacionado

Comissão Europeia distingue projeto inovador em Aveiro