“Mostrámos que estamos em crescimento” – Miguel Valença, treinador do Beira-Mar

841
Miguel Valença (treinador do Beira-Mar).
Comercio 780

Miguel Valença estava conformado com o resultado final do embate com o Rebordosa, que saldou-se por um nulo, a refletir o equilíbrio ao longo do tempo de jogo, apesar da ‘falta de sorte’ dos aurinegros (duas bolas devolvidas pelos ‘ferros’).

Artigo relacionado

Futebol / CdP: Beira-Mar regista em Rebordosa segundo empate, o primeiro sem golos

“Acima de tudo, foi uma boa propaganda ao futebol” praticado no CdP, começou por dizer o treinador do Beira-Mar, destacando a boa exibição oferecida pelas equipas em campo. Embora sem conseguir o “objetivo”, que era quebrar a invencibilidade do Rebordosa, o técnico aveirense elogiou a qualidade demonstrada pela sua equipa em termos ofensivos e controlar a partida. Pesou no resultado final, o primeiro jogo sem marcar golos, a falta de eficácia.

A convocatória registou algumas ‘baixas’, de jogadores que habitualmente são chamados a jogo. Para além de Mendonça (lesionado) e de Diego Tavares (castigado), também o médio / avançado Bernardo Santos ficou de fora, condicionando as opções atacantes. O que levou a recorrer a Flavinho, júnior, para os minutos finais, com nota positiva. “Deu boa conta de si, criou oportunidades, portanto isto é o crescimento do clube também”, sublinhou Miguel Valença. “Mostrámos que estamos em crescimento, ganhámos mais um ponto. Queríamos os três, mas foi positivo, continuamos a trabalhar para ganhar todos os jogos”, afirmou o treinador, destacando o desempenho, sobretudo, na segunda parte, “de todo o coletivo”.

Discurso direto

“Duas boas equipas, que sabiam quais eram os respetivos pontos fortes. Algumas situações de golo para ambos, aceitamos o empate, mas ficámos com algum ‘amargo de boca’, porque queríamos vencer em nossa casa. Não defrontámos uma equipa qualquer, tem uma ideia de jogo perfeitamente definida. Fomos muito briosos em conseguir aguentar o jogo com intensidade alta. Duas partes distintas. Apesar das oportunidades do Beira-Mar na segunda parte tivemos mais algum caudal. Globalmente, o mais justo, acredito, é o empate” – Arlindo Gomes, treinador do Rebordosa.

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.

Comercio 780