Militares acusados de tortura na Murtosa negam acusações

765
Tribunal de Aveiro.

Dois dos dez militares acusados de agredir e torturar três pessoas no posto da GNR da Murtosa, no distrito de Aveiro, em 2015, negaram esta terça-feira todas as acusações.

“No posto não houve qualquer agressão”, disse um dos militares, na primeira sessão do julgamento, refere uma notícia da Agência Lusa.

Publicidade, Serviços & Donativos