“Mesmo em pandemia, Estarreja prolifera”

754
BioRia, Estarreja.
Dreamweb 728×90 – Video I

É ano de eleições e o final do mandato aproxima-se, é hora de fazer avaliações e ajustar estratégias, caso nos seja exigido. É também hora de agradecer aos que comigo têm feito este percurso.

Por Diamantino Sabina *

O flagelo mantém-se vivo e com ele as muitas amarras e restrições. Perdemos a liberdade, o crescimento económico, o sustento, e até nalguns casos a sanidade… perdemos a possibilidade de sermos seres sociais em tantos aspetos básicos. Também perdemos, mais uma vez, podermos promover as habituais Festas de Santo António, da Cidade e do Município, como as vimos conhecendo e às quais nos vimos habituando.
Não quisemos, contudo, deixar de engalanar a cidade e, com todos os cuidados e em estrito cumprimento pelas regras em vigor, celebrar o nosso Santo António!
Precisamos todos desse estímulo, dessa cor, de um sinal de esperança que nos transmita que tudo voltará ao normal.

Contando com a participação do Comércio Local e colaboração da SEMA, promovemos o concurso “Montras de Santo António”. Expomos “30 anos de Mercado Antigo” com fotografias, da autoria de Abel Cunha, Camilo Rego e Carlos Marques, da iniciativa “Fotos à Janela 2020”. Também contámos com a arte de Joakin Pereyra e o seu “Altar a Santo António”. E os lindos “Quadros Vivos do Mercado Antigo” protagonizados pelos 4 Grupos Etnográficos do Concelho.

Mas a festa não seria festa sem música! O Concerto de “Sebastião Antunes & Quadrilha” não dececionou, e no nosso “Salão de Festas” improvisado, este mesmo onde nos encontramos, tivemos a presença dos “Step by Step”, “Samuel Úria”, “Cais Sodré Funk Connection” com Paulo de Carvalho e esta noite teremos a sempre grandiosa “Orquestra Filarmonia das Beiras” sob a batuta do nosso conterrâneo e Maestro, Cláudio Ferreira.
Promovemos também a rubrica “Tasquinhas em Casa” e ontem mesmo, o nome de Estarreja, a sua cultura, gastronomia e tradições, ecoaram por esse mundo fora, através da transmissão do programa “Aqui Portugal” do canal 1 da RTP.

A tradição manda que no dia 13 de junho, dia do nosso Santo Padroeiro, se realize o momento mais formal e solene de toda a Festa. É no âmbito deste que se distinguem os melhores alunos, os campeões nacionais, os funcionários municipais e ainda se atribui o mais alto galardão Municipal, a Medalha de Mérito.

Este ano, por deliberação unânime da Câmara Municipal, esse alto mérito coube, à Associação Empresarial SEMA, que completa 25 anos de existência e que ao longo destes anos, para além do enorme préstimo e utilidade ao Comércio, Indústria, pessoas de Estarreja e os demais Concelhos que representa, vem sendo um importantíssimo parceiro. Permitam-me que destaque o serviço ímpar dispensado à comunidade venezuelana, a quem deixo um apertado abraço de solidariedade. Fica também um abraço fraterno e de parabéns, a todos os Presidentes, Colaboradores e Associados, que ao longo dos anos têm feito desta instituição um caso de sucesso.

Ao Padre Doutor Manuel António Valente Pombo, pardilhoense, sacerdote, professor, Doutor em Filosofia, radiofonista, que deixou um legado literário admirável, tendo também sido relevante percursor e ativista de importantes movimentos reformistas católicos do século XX em Portugal. O Padre Pombo, nome por qual a maioria local o conhecia, permanecerá na memória de muitos, pela sua influência, pelos seus ensinos e pela figura incontornável que era.
Um abraço à sua família e amigos e a todos que tiveram o privilégio de com ele ter privado.

Ao Doutor Álvaro Francisco Rodrigues Garrido, um estarrejense e um Amigo, ainda jovem, mas com tanto demonstrado. Contemporâneo meu, cedo se ouviu falar na aptidão escolar do Álvaro Garrido. Era fácil adivinhar-lhe um futuro de sucessos. Esse futuro é ora presente e os sucessos de uma vida aplicada, de um escolástico fervoroso, redundam hoje nesta mais alta homenagem conferida pelos seus pares. Também a ti Álvaro, um abraço amigo de profundo reconhecimento e de Parabéns.

Aos meus Queridos companheiros do dia-a-dia, funcionários municipais, o grato reconhecimento a quem cumpriu ao serviço deste Município, 25 anos de trabalho e entrega. Muitos, muitos Parabéns!

Aos melhores alunos do ano letivo 2019/2020! Parabéns pelo trabalho e dedicação, Parabéns pela excelência. Esta homenagem é também a entrega de um testemunho, em que depositámos em vós a confiança de que o mundo é vosso para conquistar!
Aos nossos atletas e campeões nacionais, que fruto de uma forte tradição associativa, da teimosia de muitas pessoas que abnegadamente se dedicam a mantê-la viva, se vêm multiplicando ao longo dos anos e nas mais diversas modalidades.

Tal como a educação ou a saúde e o desenvolvimento económico, também o associativismo é fundamental para termos uma sociedade bem estruturada. Entendemo-la como “fonte essencial de recursos”, para o desporto, para a cultura, para o crescimento salutar das crianças e jovens e também para o desenvolvimento social de muitos e muitos cidadãos.
Parabéns Campeões!

Permitam-me uma palavra às Juntas de Freguesia e aos seus representantes:
As Juntas de Freguesia são, na minha opinião, muito relevantes na nossa estrutura organizativa. Com elas temos vindo a desenvolver um trabalho meritório e de grande eficácia. São prova disso o fruto da Delegação de Competências do Município nas Juntas e as obras que se vêm fazendo por força destas. Permite-nos chegar mais longe, de forma assertiva e com mais rapidez, onde as carências são manifestas. Sejam estas de que tipo for.
Mas isto só é possível graças à interajuda entre as Juntas e o Município. Regozijo-me com a amizade, cooperação e lealdade que tenho com estes Srs. Autarcas, independentemente da sua cor política, e nunca me recusarei a estar aos seus lados em prol do povo do nosso Concelho.

Em tempo de desafios, quando as entidades e instituições têm que ser capazes de unir esforços, não posso deixar de enaltecer o quão cooperante tem sido a relação com a Guarda Nacional Republicana e também os nossos Bombeiros Voluntários. Fomos bafejados pela sorte de bons comandos, o que naturalmente facilita a relação interpessoal, levando ao sucesso das operações.
Fica o meu Muito Obrigado aos Senhores Comandantes!

Também não podia deixar de dirigir uma palavra de profunda gratidão a todos os profissionais de saúde que desde há mais de um ano têm imprimido na sua atividade um esforço suplementar constante. Agora, em fase de vacinação, nada menos lhes é exigido… e tão cedo não se espera um aligeirar da imposição. Nem aos 30% da população ainda chegámos.

Desejo-lhes a todos, a coragem e determinação necessárias para continuar a servir-nos desta forma exemplar. Fica o meu apreço e certamente que o duma comunidade inteira.

É ano de eleições e o final do mandato aproxima-se, é hora de fazer avaliações e ajustar estratégias, caso nos seja exigido. É também hora de agradecer aos que comigo têm feito este percurso.

Percurso que nos trouxe êxitos, desafios, desalento, felicidade e frustrações. Trouxe-nos experiência e experiências, trouxe-nos sabores e saberes, e trouxe-nos elos inabaláveis.

Meus Caro Vice-Presidente e Vereadores, Meus Caros membros do Gabinete de Apoio, Minha Querida Presidente da Assembleia Municipal, um abraço forte e um sentido Muito Obrigado!

Sendo ano de eleições, também é ano de Campanha. Por força da pandemia as redes sociais ganham predominância e vai sendo lançada uma profusão de informações, vídeos, imagens do interesse e motivação de quem os publica.

Tal como nas últimas campanhas autárquicas, mesmo com a ajuda das redes sociais, seremos fiéis aos nossos positivos princípios e, com a ajuda de uma equipa motivada, primaremos pela sobriedade, verdade, pela urbanidade e educação.
Nunca em qualquer momento será permitido que a política-partidária se sobreponha às pessoas, ao seu carater ou à sua integridade!
E dessa forma, de consciência tranquila, sujeitar-nos-emos ao escrutínio do povo.

Mesmo em Pandemia, Estarreja prolifera. É hoje um centro de interesses económicos da mais variada ordem. Ora industriais, ora comerciais, ora imobiliários, há um crescente constante no território.
Afirmámo-nos na Cultura e no Desporto, no apoio às coletividades, no apoio aos mais carenciados e às IPSS’s e na Educação, onde também temos modernos e apetrechados equipamentos. Faltava Avanca e a EB 2,3… e nós, mesmo sem garantias financeiras, substituímo-nos ao Governo e avançámos com uma obra essencial, cujo custo ultrapassa os 5M€!

O EcoParque Empresarial também recebeu obras que ultrapassaram os 3M€ e o interesse dos investidores não pára! Em 2013, eram 14 as empresas lá instaladas, com cerca de 500 trabalhadores. Hoje, em 2021, são 27, com mais de 2000. Perspetiva-se, porém, que nos próximos meses passaremos a cerca de 35 empresas, com um potencial global para acrescer mais 750 a 1000 trabalhadores.

A antiga Fábrica do Descasque do Arroz em breve será Fábrica da história, com um investimento de mais de 1M€!

O Município, em entreajuda com a saúde local e regional e as autoridades, foi basilar no combate ao Coronavírus a aos seus malefícios, que com gravidade, afetou a nossa comunidade e em especial as nossas IPSS’s.

Tudo isto requer dedicação e persistência, ainda mais num estado profundamente burocrático e de exigências pesadíssimas para as Autarquias Locais.
Até que nos permitam, até que nos queiram cá, será esta a nossa missão. A missão Estarreja!

A intenção é continuar nesta senda evolutiva, inovando, crescendo, apostando forte no nosso Concelho, dando cada vez mais sentido às palavras “vale a pena viver em Estarreja!”

* Presidente da Câmara de Estarreja. Discurso na sessáo solene do feriado municipal, dia 13 de junho de 2021.

Publicidade, Serviços & Donativos

Para conhecer e ativar campanhas em NoticiasdeAveiro.pt, assim como conhecer / requisitar outros serviços e fazer donativos, utilize a nossa plataforma online.