Mega processo por ‘facturas falsas’ com 169 acusados

1742
Tribunal de Santa Maria da Feira.

O Ministério Público (MP) junto do Tribunal de Santa Maria da Feira deduziu acusação por crimes de fraude fiscal qualificada e falsidade informática num processo com 169 arguidos, entre pessoas singulares e empresas.

Segundo nota de imprensa, estão em causa ilícitos imputados a 71 pessoas colectivas envolvidas em mais um ‘mega processo’ de ‘facturas falsas’ no Norte do distrito de Aveiro.

“Decorre da factualidade constante da referida peça processual que os arguidos, com as suas condutas, auferiram vantagens patrimoniais ilícitas e lesivas do Estado num montante total superior a 25 milhões de euros”, adianta o comunicado.

A investigação que levou à dedução desta acusação o Ministério Público foi coadjuvado pela Autoridade Tributária.