Louça Costa Verde na cafetaria da Royal Society of Arts

618
Projeto 'Talking Tableware'.
Smartfire 728×90 – 1

A Costa Verde equipou a recém inaugurada cafetaria Rawthmells Coffeehouse, da Royal Society of Arts (RSA), localizada na cidade de Londres, Inglaterra.

A empresa de Vagos, que produz louça em porcelana, desenvolveu o conceito ‘Talking Tableware’ em parceria com os designers Robin Levien e David Pearson (gráfico).

Trata-se de um “emblemático” café, outrora localizado em Covent Garden, que nasceu, em 1754, a Royal Society of Arts.

“Naquela época, as cafetarias eram os principais pontos de encontro para reuniões e interação entre classes sociais. À semelhança do que aconteceu no passado, também agora se pretende estimular a tradicional conversa entre pessoas, evitando que o digital absorva toda a atenção”, explica uma nota de imprensa da Costa Verde.

O designer Robin Levien, especialista em utensílios de mesa, que recebeu, em 1995, a distinção ‘Royal Designer for Industry da RSA’, foi “proporcionar conversas provocadoras.” E a escolha da porcelana para este conceito recaiu sobre a linha Nordika, desenhada pelo próprio para a Costa Verde. “Trata-se de uma coleção de caráter informal, que reflete uma tendência casual e atual”.

Duas centenas de termos diferentes, personalizados com a fonte Marr Sans, foram inscritas nas peças de porcelana para ir ao encontro da proposta.

“A ideia é que os clientes possam visitar Rawthmells Coffeehouse 200 vezes e nunca serem servidos com o mesmo vocábulo. Futuramente, para consubstanciar esta experiência estimulante e divertida, surgirão novas palavras”, conclui a Costa Verde.