INEOS Automotive suspende investimento em Estarreja

2164
Projeto Ineos (Localização prevista no Eco Parque Empresarial).
Dreamweb 728×90 – Video I

A empresa INEOS Automotive transmitiu à Câmara de Estarreja “a difícil decisão de suspender o investimento em Estarreja tendo em conta uma reavaliação das opções que agora se colocam face à crise provocada pela pandemia Covid-19”.

Estava em causa um projeto em torno dos 300 milhões de euros que poderia criar até 600 empregos no Eco Parque Industrial de Estarreja.

A informação é dada a conhecer hoje numa nota da autarquia estarrejense, dando conta que o projeto para instalar uma fábrica de veículos 4×4 “não escapou às ondas de choque da pandemia Covid-19, cujos efeitos são devastadores na economia mundial.”

A edilidade assegura que a decisão do construtor “não teve absolutamente nada a ver com uma mudança da visão de Estarreja/ Portugal como local de produção”.

A empresa aponta como “principal razão para esta decisão a mudança de paradigma devido à diminuição da produção regular dos fabricantes de automóveis na Europa, forçada pela previsão de redução das vendas no setor automóvel na ordem dos 20% a 30% para os próximos anos.”

Dirk Heilmann, CEO da INEOS Automotive, informou que o novo cenário permitirá à empresa produzir o veículo Grenadier “numa unidade industrial já em funcionamento, usufruindo da força de trabalho com histórico de construção na área automóvel e da capacidade técnica instalada que possibilita a fabricação de outro produto, anulando os riscos inerentes à construção e arranque de uma nova unidade fabril.”

A empresa divulgou no início do mês as primeiras imagens do modelo de ‘todo-o-terreno’ que pretende produzir.

Discurso direto

“Para Estarreja é uma triste notícia! Um revés naquilo que poderia ser um salto qualitativo considerável em termos económicos e sociais. A Covid-19, neste caso, foi-nos fatal. Não podemos, contudo, esmorecer! O Eco Parque Empresarial de Estarreja continua a registar uma procura considerável, e com investimentos anunciados também muito interessantes. As nossas empresas continuam a produzir e a gerar riqueza, demonstrando no conjunto uma forte capacidade para ultrapassar a crise económica imposta por esta terrível pandemia”Diamantino Sabina, presidente da Câmara.

Artigo relacionado

Estarreja: Câmara liberta terrenos para fábrica de ‘jipes’

INEOS confirma localização de unidade automóvel em Estarreja

Publicidade, Serviços & Donativos