Imóvel que integra ‘Aron Hakodesh’ de Ovar adquirido pelo município local

3095
Casa onde existe o Aron Hakodesh de Ovar.
Dreamweb 728×90 – Video I

O presidente da Câmara de Ovar procedeu esta terça-feira à assinatura da escritura para aquisição do imóvel de origem judaica que integra o Aron Hakodesh, ou Ekhal, na freguesia de São Vicente de Pereira.

Segundo Salvador Malheiro, citado em nota de imprensa, “estão agora reunidas as condições para desenvolver o trabalho que colocará Ovar na Rota da Judiaria.”

A autarquia informa também que “encetou as diligências necessárias para a classificação do complexo como Património Cultural de Interesse Municipal”, que agora se integrará na classificação da Direção Geral do Património Cultural, iniciado e publicado em Diário da República a 20 de abril de 2017.

O edil de Ovar perspetiva “a aquisição deste equipamento e a futura classificação” como “um importante contributo para a valorização” do património histórico e religioso.

“Além da recuperação deste património único no nosso território, que se encontra muito degradado, o objetivo é incluir Ovar na Rota da Judiaria, contribuindo, também por esta via, para o desenvolvimento turístico e económico do concelho, atendendo ao valor patrimonial, cultural e histórico deste local”, explica a Câmara.

“Armário judaico”

O Aron Hakodesh de Ovar, também conhecido por Ekhal ou “Armário judaico”, integra uma habitação vernacular localizada junto ao Largo da Capela de São Geraldo, em São Vicente Pereira. Este armário, ou arca, servia para guardar os livros da Torah, nas sinagogas ou nas casas de famílias judaicas, estando normalmente voltado na direção de Jerusalém (mais informação no site Patrimoniocultural).