Ílhavo / Associações: Maioria PSD acusa PS de “demagogo aproveitamento político”

448
Paços de concelho, Ílhavo.

“À falta de sentido de responsabilidade política na gestão dos dinheiros públicos do orçamento municipal, acresce agora um demagogo aproveitamento político perante o que têm sido, reconhecidos de forma abrangente pela comunidade, os apoios, o empenho e o trabalho desenvolvido pela Câmara na minimização dos impactos negativos que a pandemia Covid-19 tem provocado na vida dos cidadãos, das associações, da economia (comércio e empresas)”.

É assim que a maioria PSD no executivo camarário de Ílhavo reage às críticas do PS local, mostrando desagrado pela “surpreendente e histórica redução dos apoios” às coletividades locais “em mais de 20%”.

“Só alguma desonestidade política leva os vereadores da oposição a votarem favoravelmente o apoio às associações de âmbito Social e a oporem-se (votar contra) aos apoios às restantes associações, num manifesto recurso à demagogia política, sem o mínimo de sentido de lógica, realismo e de preocupação com a gestão do orçamento da Câmara Municipal”, respondem os social democratas.

A maioria esclarece que o mesmo número e tipologia de associações, em 2019, beneficiaram de apoios no valor de 211.247 euros. Assim, a redução do valor para 185.553 euros, em 2020, ou seja, uma redução global de 12,2%, deve-se, “exclusivamente”, à redução da atividade regular.

Já as associações de solidariedade social, “que têm uma acrescida responsabilidade na gestão da crise da pandemia”, a verba atribuída (99.376 euros) foi superior à de 2019 (85.120 euros), em cerca 17%.

A Câmara faz notar ainda que em agosto serão definidos ainda os Contratos-Programa de Desenvolvimento Desportivo com as associações e clubes que não estão incluídos nestes valores.

“Aos vereadores do PS de Ílhavo bastava terem falado toda a verdade. Para este executivo estará sempre, em primeiro lugar, o desenvolvimento estruturado do município, a gestão sustentada do erário público e das contribuições dos munícipes e das empresas, tendo sempre como principal foco o bem-estar dos cidadãos, a qualidade de vida, o desenvolvimento do município e a coesão territorial”, refere o esclarecimento.

Ler comunicado completo da CMI sobre apoios às associações / Reação ao PS

Artigo relacionado

Vereadores do PS de Ílhavo contestam proposta de redução de apoios às associações locais

Publicidade, Serviços & Donativos