Idoso suspeito de abusos sexuais proibido de contactar vítimas

512
Polícia Judiciária.
Smartfire 728×90 – 1

O otogenário detido pela PJ de Aveiro por, presumivelmente, abusar sexualmente de duas menores, uma das quais neta da companheira, foi libertado, embora sujeito a várias obrigações, desde logo contactos com as vítimas.

O homem de 81 anos, residente na Mealhada, vai aguardar julgamento em liberdade, mas ficou obrigado a fazer apresentações trissemanais no posto de polícia da área de residência.

As autoridades judiciárias determinaram, ainda, a proibição de contactos com as alegadas vítimas.

Estão em causa situações de abuso e coação sexual ocorridas ao longo deste ano, uma delas, envolvendo uma criança de 10 anos, neta da sua companheira. Uma das quais assumiu contornos “de alguma gravidade”. O idoso terá tocado no orgão genital da menina, ao ponto de, numa das ocasiões, provocar um pequeno ferimento.

A resistência que a alegada vítima criava, nos últimos tempos, a conviver com o presumível abusador, nomeadamente quando era levada a casa do mesmo, levou os familiares mais próximos a questionar.

Esclarecido o motivo, a mãe apresentou queixa na GNR que encaminhou o caso para a PJ, que após atuar rapidamente, atendendo ao perigo de continuação dos abusos, prosseguiu a investigação.

Uma adolescente, de 14 anos, que não tem relação familiar com a criança, também queixou-se do idoso. Uma situação que está ainda por clarificar em concreto.

Artigo relacionado

Homem de 81 anos detido por abusar sexualmente de menores na Mealhada

Publicidade, Serviços & Donativos