Hospitais de Águeda e Estarreja suspendem cirurgias para reforçar resposta a casos Covid-19

845
Hospital de Aveiro.
Smartfire 728×90 – 1

Considerando o grande volume de doentes com a Covid-19 internados no Centro Hospitalar do Baixo Vouga (CHBV) e a pressão da procura no Serviço de Urgência nos últimos dias, bem como a previsão de aumento da procura, atendendo à situação epidemiológica da Região de Aveiro, o Conselho de Administração, depois de ouvido o Grupo de Trabalho de Gestão do Plano de Contingência COVID- 19, anuncia as decisões tomadas.

» Cancelar a atividade cirúrgica da Unidade de Ambulatório, a funcionar no Hospital de Águeda, por um período de 15 dias, já a partir da próxima segunda-feira, dia 11 de janeiro;

» Cancelar, durante o mesmo período, a atividade de pequena cirurgia no Hospital de Estarreja.

Estas medidas permitem libertar profissionais (médicos, enfermeiros e assistentes operacionais) para reforçar as equipas afetas às enfermarias COVID, cujo número de camas tem vindo também a aumentar.

Ao dia de hoje, no CHBV, estão já alocadas 5 enfermarias para doentes COVID, num total de 100 camas, às quais acrescem 10 camas de cuidados intensivos.

O número de camas para doentes não COVID a necessitar de internamento, face à crescente atividade do Serviço de Urgência, também já está a ser acautelado, sendo que, ao dia de hoje, foram já abertas 10 camas suplementares no Hospital de Aveiro e 3 camas suplementares no Hospital de Águeda.

A atual conjuntura obriga a uma monitorização constante dos fluxos da procura, de forma a responder, com medidas diárias, à evolução da situação.

Artigo relacionado

Covid-19: Portugal com novos máximos diários (118 óbitos e 10.176 casos) / Dificuldades no Hospital de Aveiro

CHBV

Publicidade, Serviços & Donativos