Grohe tem como meta a descarbonização da sua produção até 2020

1080
Grohe Portugal.
Smartfire 728×90 – 1

A multinacional alemã Grohe, que tem uma unidade fabril de torneiras e outros artigos sanitários em Albergaria-A-Velha, anunciou que irá proceder à descarbonização da sua produção até 2020. Medidas a adotar no âmbito da campanha “Grohe goes Zero”

No passado mês de julho, o grupo já tinha comunicado que todas as suas fábricas passariam a utilizar energia verde.

A Grohe reafirma em comunicado que a “sustentabilidade” é “um elementos essenciais da estratégia corporativa”. Em 2000, recorda, foi assumido “publicamente o compromisso de melhorar continuamente todos os seus produtos, processos e serviços, de modo a contribuir ativamente para a proteção do meio ambiente e recursos naturais.”

Desde então, o grupo lembra que incluiu “padrões de gestão sustentável em todas as suas unidades de produção, numa abordagem de 360 graus, que incorporaram todos aqueles que interagem diretamente ou indiretamente com a entidade, sejam eles, colaboradores, fornecedores, clientes ou outros.”

O objetivo era tornar-se o primeiro fabricante do setor a conseguir que a sua produção passasse a neutra, no que respeita a emissões de CO2, até 2020.

No decorrer da conferência de imprensa sobre a campanha “Grohe goes Zero”, o CEO da Grohe AG, Thomas Fuhr, considerou como “importante que fabricantes” como a empresa “assumam a sua responsabilidade e criem soluções mais sustentáveis”, lembrando que há vários anos que o grupo investe “não só na pesquisa e produção de soluções inteligentes e eficientes, mas também na criação de cadeias de valor que permitam a economia de recursos”.

A presença fabril em Portugal remonta a 1998. A líder mundial no fornecimento de artigos sanitários tem uma unidade de produção em Albergaria-a-Velha.

Atualmente, com uma equipa de mais de 900 colaboradores, a fábrica situada no distrito de Aveiro é responsável por cerca de 25% da produção total da marca. Em 2018, produzia nessa unidade 4,5 milhões de peças por ano, representando uma exportação de cerca de 150 milhões de euros.

As atividades de engenharia, inovação e design mantêm-se na sede, pelo que todos os produtos fabricados na unidade portuguesa são igualmente certificados com o selo “Made in Germany”.

Publicidade, Serviços & Donativos