Grande comércio de Aveiro com investimentos importantes

6654
Glicínias Plaza.
Dreamweb 728×90 – Video I

Nova loja da Fnac, a ampliação do Glicínias, a venda do Aveiro Center e a instalação de uma unidade da rede Mercadona ‘mexem’ na cidade.

A atividade do sector do comércio em Aveiro está em mudança, com grandes investimentos em curso.

A conhecida cadeia internacional Fnac prepara o regresso ao Forum Aveiro. “A abertura de uma nova loja no centro-norte do país vai ao encontro da política de expansão da Fnac em Portugal. Uma aposta estratégica da marca nesta capital de distrito, onde já há muito se esperava pela marca”, explicou Nuno Luz, diretor-geral da Fnac.

Decorrem as obras de instalação da área comercial de 1500 metros quadrados, na zona onde funcionou o cinema. A loja está dividida em dois pisos. Além da oferta comercial das áreas editoriais e de tecnologia, o espaço tem uma bilheteira e um fórum para a organização de eventos gratuitos. O espaço ambiciona servir os 547 mil habitantes da cidade aveirense e dos concelhos limítrofes.

O maior centro comercial de Aveiro

Já o Glicínias Plaza tem o curso o seu projeto para tornar-se o maior centro comercial de Aveiro. A ampliação do espaço arranca no primeiro trimestre de 2019 e implica um investimento de cerca de 40 milhões de euros.

Dentro de dois anos, surgirá o mais moderno centro comercial da cidade. As obras incluem a construção de dois novos pisos e a melhoria dos acessos rodoviários, surgindo como uma resposta à crescente procura de marcas nacionais e internacionais. O renovado centro comercial terá 2.000 lugares de estacionamento gratuito, 120 lojas e uma área bruta locável de 41 mil metros quadrados.

Atualmente com uma área bruta locável de cerca de 28 mil metros quadrados e 75 lojas, das quais se destacam o hipermercado Jumbo, sete salas de cinema NOS com 3D e as lojas de moda H&M e C&A, o Glicínias “é um espaço contemporâneo e atrativo, tendo conseguido ao longo dos seus quase 18 anos de existência, marcar a diferença perante a concorrência e, em simultâneo, tornar-se um local habitual para milhares de famílias da região. Diariamente, visitam este centro comercial, em média, 23 mil pessoas.” Durante o período de intervenção, o centro comercial continuará a funcionar normalmente.

O ramo comercial conheceu movimentações recentes envolvendo também a venda do Aveiro Center, que passou para as mãos da Savills Investment Management, gestor internacional de investimentos. Esta operação implicou um investimento na ordem dos 29 milhões de euros e trata-se da primeira aquisição realizada pela Savills IM em território luso, a nome do seu fundo Euro V.

O Aveiro Center conta com uma superfície bruta alocável (SBA) total de 30.700 metros quadrados (m2) e alberga um hipermercado –operado por Continente–, uma galeria comercial com 39 estabelecimenos e quatro grandes lojas, entre as quais MediaMarkt.

O parque comercial, que recebe à volta de três milhões de visitas por ano, situa-se na auto-estrada que liga Aveiro a Espanha, contando com uma área de influência de quase 250 mil pessoas a menos de 30 minutos.

Mercadona a caminho

Entretanto, o grupo espanhol de supermercados Mercadona também colocou Aveiro entre as novas lojas a abrir em Portugal. Para isso, adquiriu em hasta pública os terrenos do antigo matadouro municipal de Aveiro, situados à margem da antiga Estrada Nacional 109, na freguesia de Aradas. A cadeia do país vizinho pagou 2,555 milhões de euros pela propriedade.