Futebol / Taça de Portugal: Anadia acaba com o sonho do Beira-Mar

1213
Anadia - Beira-Mar.
Smartfire 728×90 – 1

O Anadia eliminou este domingo o Beira-Mar da Taça de Portugal ao vencer por 2-1, golos apontados na segunda parte, oferecendo a prenda de aniversário pedida pelos seus adeptos.

A equipa local, que festejara na véspera a proveta idade de 93 anos, entrou melhor, a tomar a iniciativa de jogo, com um futebol apoiado, a trocar bem a bola.

Ainda assim, foram os forasteiros, que apareceram com um onze sem abdicar de primeiras escolhas mais habituais (Carvalheira na baliza foi a exceção), a causar a primeira ocasião de perigo, aos 11 minutos, quando Aparício fez um remate enrolado, traiçoeiro, que foi desviado para canto.

Logo na resposta, os ‘Trevos’ quase que aproveitavam uma saída atabalhoada de Carvalheira da grande área numa disputa de bola com Marcelo sobrou para David Carvalho, que, descaído na direita, falhou o alvo.

A partida, acompanhada por uma boa moldura humana nas bancadas, ganhou intensidade atacante, com o Beira-Mar a optar pelo futebol direto.

Aos 14 minutos, Yannick, numa jogada ensaiada, coloca a bola na grande área onde Cícero tenta fazê-la passar por cima do guarda-redes que foi ao seu encontro, mas o chapéu sai para fora.

O Anadia continuava a sair com facilidade para o ataque. Aos 23 minutos, a bola circula junto do último reduto aveirense, Marcelo prefere ajeitar para o remate de Leandro, que é desviado para canto.

No último quarto de hora, os locais perderam algum ‘gás’ e o Beira-Mar, que assume o controlo do jogo, consegue criar oportunidades para chegar à vantagem. Fábio, com tempo para tudo, tentou de cabeça fazer a bola entrar ao ângulo. Depois seria Aparício, numa insistência na área, primeiro a procurar surpreender de cabeça e ato contínuo num chapéu, que esteve quase a resultar no primeiro golo.

Segunda parte anima com golos

Após o intervalo, a partida ganhou intensidade por força das alterações no marcador.

Aos 56 minutos, Tiago Borges só teve de colocar o pé para aproveitar uma defesa incompleta de Carvalheira, que teve de esticar-se até à trave para um primeiro remate de Marcelo.

A vantagem dos locais durou um minuto, já que no ataque beiramarense seguinte o árbitro assinalou grande penalidade, na sequência de um remate de Cícero que o central Pedro Santos terá afastado com o braço. Fábio não perdoou.

O Anadia revelava-se mais capaz no jogo ofensivo e festejou o segundo golo após livre finalizado de cabeça por Garruço, mas o árbitro viu razões para anular, ficando dúvidas se terá sido fora de jogo ou falta do Anadia.

O 2-1 chegaria mesmo aos 82 minutos, de grande penalidade, a segunda da tarde. Rainho, o homem das bolas paradas, não desperdiçou o castigo máximo assinalado por falta de Rodolfo sobre David Carvalho.

A vantagem foi guardada como ouro pelos bairradinos até ao apito final, evitando as investidas beiramarenses em busca, pelo menos, do prolongamento.

Quando as equipas se cumprimentavam assistiram-se a cenas lamentáveis envolvendo os dois treinadores, o que valeu cartão vermelho a ambos.

O Anadia, que foi repescado para a segunda eliminatória, conseguiu, assim, uma presença inédita nos oitavos de final da Taça de Portugal.

Ficha

Anadia

Alexandre
David Carvalho
Pedro Santos
Raínho
Manuel Garruço
Leandro Vieira
Lagoa
Diogo Pereira
Tiago (Nadson, 70′)
Ruben Silvestre
Marcelo Santiago

Suplentes:
Manuel Gama
Nelson
Miguel Ângelo
Pedro Sancho
Pedrinho
Eduardo Pinheiro
Nadson

Beira-Mar

Carvalheira
João Nogueira (Adson,76′)
Edgar
Breda
Rodolfo
Rui Sampaio
Fábio
Yannick
Aparício (Artur, 69′)
Cissé (Diego Raposso, 63′)
Cícero

Suplentes:
Miotti
Diego Tavares
Artur
Diego Raposo
Caminata
Isaac
Adson

Treinador: Ricardo Sousa

Árbitro:
Pedro Ferreira, AF Braga

Ação disciplinar:

Cartões amarelos: Manuel Garruço (29′), Leandro Veira (47′), Pedro Santos (57), Rainho (58′), Nadson (81′), Alexandre (90+2), David Carvalho (90+4).
Cartões vermelhos: Manuel Gama (guarda-redes suplente, 75)’, Ricado Sousa e Nuno Pedro (após o apito final).

Jogos e resultados da quarta eliminatória

Artigo relacionado

“Mérito do Anadia, demérito da nossa segunda parte”, assumiu Ricardo Sousa (treinador do Beira-Mar)

Publicidade, Serviços & Donativos