Extensões de saúde de Sever do Vouga sem médicos

2976
Centro de Saúde de Sever do Vouga.
Smartfire 728×90 – 1

O fecho das extensões de saúde em Sever do Vouga motivaram um pedido de esclarecimentos do CDS na Assembleia da República.

Num requerimento enviado à tutela, os deputados João Pinho de Almeida e Ana Rita Bessa questionam se as unidades de Silva Escura e de Rocas do Vouga “estão com funcionamento suspenso ou encerradas.”

O CDS quer saber se corresponde à verdade que uma médica colocada em Silva Escura terá permanecido, por ordem do Agrupamento dos Centros de Saúde (ACeS) do Baixo Vouga, na Unidade de Saúde de Sever do Vouga (USSV), para onde terão sido transferidos, também, material e equipamentos.

Os utentes de Silva Escura estarão ainda, sob a forma de inquérito, a ser convidados a inscrever-se na USSV, que “não tem condições para mais utentes”.

O CDS informa o Governo que os habitantes do concelho de Sever do Vouga “encaram com preocupação o eventual encerramento” das extensões de saúde de Silva Escura, de Rocas do Vouga e de Pessegueiro do Vouga. As duas primeiras, já se encontram sem médico de família, por motivo de reforma dos anteriores.

Desde novembro passado, os utentes de Silva Escura, e outros sem médico de família, têm de se deslocar à USSV para marcar consulta onde existem apenas oito vagas diárias, “criando-se filas intermináveis, com idosos e doentes sem local para se sentarem.”

Publicidade, Serviços & Donativos