“Estado não reconhece o nosso serviço público” – AFBV

574
Direção da Associação Florestal do Baixo Vouga (Foto Produtoresflorestais.pt).
Dreamweb 728×90 – Video I

Com ação ativa numa região vocacionada para a floresta de produção, a Associação Florestal do Baixo Vouga (AFBV) percebeu que não bastava prestar apoio técnico aos seus associados ou ajudá-los a prevenir e combater os incêndios para cumprir a sua missão.

Produtoresflorestais.pt

Em duas décadas de vida, a AFBV procurou as suas próprias soluções para vencer as dificuldades que os produtores florestais enfrentam no dia-a-dia, sobretudo quando são pequenos proprietários, como a maioria dos seus associados.

“Se não fossem as autarquias e as indústrias, que ainda vão olhando para os produtores, estaríamos entregues à nossa sorte”, reconhece o presidente, António Guimarães, queixando-se da falta de atenção do poder central. “Basta olhar para o território para ver que o Estado se demitiu da floresta, esquecendo-nos no planeamento e gestão da paisagem e não reconhecendo o associativismo nem o serviço público que este presta”, lamenta.

Continuar a ler artigo.

Publicidade, Serviços & Donativos

Para conhecer e ativar campanhas em NoticiasdeAveiro.pt, assim como conhecer / requisitar outros serviços e fazer donativos, utilize a nossa plataforma online.