E-commerce em Portugal – Dos primórdios à atualidade

1239
E-commerce.
Smartfire 728×90 – 1

São poucas as pessoas que nunca ouviram a palavra e-commerce, ou pelo menos não sabendo o nome técnico, não sabem do que se trata.

Nos dias que correm, as lojas virtuais têm um poder transacional que não pode nunca ser renegado para segundo plano.

Para muitos negócios que têm loja física e virtual, o volume de transações feitas online, chega a ser quase 75% do volume de faturação.

Só para ter uma noção, o último estudo da Ecommerce Foundation, indica que em 2017 o comércio eletrónico em Portugal alcançou um volume de faturação de 4,7 mil milhões de euros.

Este valor representa um aumento de 12% relativamente ao ano anterior. Embora ainda não exista nenhum estudo relativamente ao ano de 2018, a verdade é que o valor será superior, pois a cada dia que passa são mais as pessoas que confiam nesta forma de comprar.

Porque é que o e-commerce tem evoluído tanto ao longo dos anos?

Pois bem, a verdade é que qualquer empresa, independentemente da sua tipologia de produtos, consegue vender na internet.

Criar um site é cada vez mais simples e económico, existem inúmeras formas de pagamento, as entregas e gestão de stock começam a ser asseguradas por softwares… enfim, existem cada vez mais lojas online.

Os dados seguintes revelam as tendências globais da internet dos dias de hoje:

  • Existem mais de 1,8 biliões de sites em todo o mundo
  • 200 milhões de sites são atualizados com regularidade
  • Mais de 4 biliões de pessoas utilizam a internet
  • 3.19 biliões de pessoas são ativas nas várias redes sociais
  • 5.13 biliões utilizam smartphones
  • 2.9 biliões utilizam as redes sociais através do smartphone
  • A Ásia é o local com maior número de utilizadores de internet – 49,5%

Como vê, são cada vez mais as pessoas que estão diariamente conectadas à internet. Todas estas pessoas são compradores em potencial para qualquer tipo de e-commerce.

Assim sendo, é simples perceber porque é que tem havido uma evolução tão grande do comércio eletrónico ao longo dos anos.

É ainda importante frisar que este aumento não ocorre apenas em Portugal. Este é um movimento com uma elevada expressão em todo o mundo, sendo que vários estudos estimam que em 2021, mais de 30% das compras feitas a nível mundial, sejam realizadas online.

Quais as vantagens do e-commerce para as empresas?

Pois bem, numa era cada vez mais digital, onde o consumidor consegue fazer compras com um clique, não estar presente online é quase como que não existir.

Assim sendo se tem um negócio que venda produtos ou serviços, estar presente online não é uma mais-valia. É uma obrigação que no caso de não ser cumprida, afeta negativamente todo o seu negócio e o seu volume de faturação.

Se ainda está a ponderar ter uma loja virtual, mas ainda não está convencido, veja de seguida quais as principais vantagens de ter um e-commerce.

  • Tem um custo bastante mais reduzido que uma loja física
  • Pode vender os seus produtos a qualquer dia e qualquer hora (independentemente de estar ou não em horário laboral)
  • Pode segmentar o seu target da melhor forma possível
  • Não tem qualquer tipo de limitação física ou geográfica para a venda dos seus produtos ou serviços
  • É um meio de venda muito mais flexível
  • As suas vendas podem crescer de forma exponencial
  • Existe uma concorrência mais leal, já que online quase todas as empresas praticam a mesma média de valores
  • Permite-lhe acompanhar de forma otimizada todos os seus clientes
  • Garante uma maior comodidade para os seus clientes
  • Maior flexibilidade para criar promoções

Estes são alguns dos principais motivos pelos quais as lojas virtuais são sem qualquer sombra de dúvida um excelente investimento.

Uma loja virtual permite-lhe não só aumentar a sua notoriedade, como também dar-se a conhecer a pessoas que de outra forma nunca saberiam da sua existência.

Porque é que o consumidor gosta cada vez mais das lojas online?

É importante ter em mente que não é só para os vendedores que as lojas virtuais são uma excelente oportunidade.

Na verdade, os próprios consumidores têm também um sem número de benefícios na sua utilização, nomeadamente:

  • Podem encomendar produtos de todo o mundo
  • Ampla variedade de escolha
  • Possibilidade de comparar preços e escolher a oferta mais benéfica
  • É possível comprar produtos mais em conta que nas lojas físicas
  • As compras podem ser feitas no conforto do sofá
  • As entregas são realizadas por norma numa morada à escolha
  • Os meios de pagamento são cada vez mais seguros

Estes são alguns dos principais motivos pelos quais os consumidores optam cada vez mais por fazer compras através da internet.

Assim sendo, como já pode perceber, independentemente do que tenha para vender, poderá fazê-lo online. Temos a certeza que vai ter um excelente desempenho. Só precisa divulgar os seus produtos nos meios de comunicação certos.