Duarte Novo critica aposta na ligação de alta velocidade entre Lisboa e Porto

600
Paços de concelho de Oliveira do Bairro.

Duarte Novo, Presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, voltou a reivindicar publicamente a criação de um nó de Acesso à Autoestrada do Norte (A1/IP1), que beneficiaria as zonas industriais dos concelhos de Oliveira do Bairro e Anadia.

“Não é a linha de alta velocidade entre Lisboa e Porto que vai ajudar as nossas empresas e empresários”, explicou o autarca, “porque faz de nós só mais um ponto de passagem, trazendo ainda problemas ao nível das infraestruturas existentes no nosso território”.

De acordo com o autarca, tendo o Concelho de Oliveira do Bairro uma “localização geográfica privilegiada, estando perto de tudo”, a construção do acesso à A1 permitiria “alavancar todo o potencial e dinamismo dos nossos empresários, com ganhos para o desenvolvimento económico não só da região, mas também do país”.

“Mais importante do que a ligação entre Lisboa e Porto”, Duarte Novo defendeu a construção das linhas de alta velocidade Aveiro – Salamanca e Porto – Vigo, “estas sim, seriam uma aposta na nossa indústria e nos nossos empresários”.

Estas declarações foram feitas na conferência “Crescimento e sustentabilidade de Oliveira do Bairro”, promovida pelo Jornal Vida Económica, em parceria com o Município.

A iniciativa contou com a presença de várias entidades e empresas do Concelho de Oliveira do Bairro, que debateram a atualidade e o futuro do setor agrícola e industrial da região e do país, tendo como moderador João Luís de Sousa, administrador do Grupo Editorial Vida Económica.

O primeiro painel, intitulado “A contribuição do setor agrícola para o crescimento sustentável em Oliveira do Bairro”, contou com a presença de Marise de Oliveira, Gestora da CALCOB – Cooperativa Agrícola de Oliveira do Bairro e Vagos, e de José Carlos Soares, Presidente da KIWICOOP – Cooperativa Frutícola da Bairrada.

“As empresas como fator competitivo para o crescimento da região” foi o tema do segundo painel, que contou com Renato Almeida, Presidente da ACIB – Associação Comercial e Industrial da Bairrada, João Lopes, Administrador da GRESART – Cerâmica Industrial, e Danny Tavares, Administrador do Grupo Tavares.

Jorge Pato, Vice-Presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, abriu a conferência com uma intervenção em que explanou todas as medidas de apoio que a autarquia tem ao dispor dos empresários, no âmbito da sua estratégia de desenvolvimento económico.

Pretensão antiga

Recorde-se que em abril deste ano, o Presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, criticou o Governo pela não inclusão da ligação à A1, reivindicada em conjunto com o Município de Anadia, no Plano de Recuperação e Resiliência (PRR).

A criação deste nó de acesso, que beneficiaria as zonas industriais dos concelhos de Oliveira do Bairro e Anadia, é uma reivindicação antiga de ambos os municípios, que, ao longo do tempo, têm aproveitado todas as oportunidades para apresentar os seus argumentos junto dos sucessivos governos e governantes.

Esta pretensão está considerada como uma das primeiras prioridades propostas para a Região de Aveiro, no âmbito do PIMTRA – Plano Intermunicipal de Transportes e Mobilidade da Região de Aveiro.

Câmara de Oliveira do Bairro

Ficha de jogos, resultados e classificação via FPF.

Facebook Campeonato das Oportunidades

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.