Dragas vão continuar trabalhos de desassoreamento da Ria de Aveiro em 19 cais

1176
Dragagem na Ria de Aveiro, zona da Murtosa.
Dreamweb 728×90 – Video I

O conselho intermunicipal da Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro (CIRA) aprovou, recentemente, a adjudicação da empreitada de ‘Proteção das margens da Ria e redução da erosão costeira’.

O concurso público teve como desfecho a entrega da empreitada ao grupo ETERMAR / MMAS, que já esteve envolvido na operação de dragagem da Ria a cargo da sociedade Polis Litoral Ria de Aveiro.

A proposta foi adjudicada por um valor de cerca de 2,7 milhões de euros (o preço base era de 3,5 milhões de euros), acrescido de IVA, sendo o prazo previsto de oito meses.

A CIRA trata, agora, da obtenção dos títulos de utilização de recursos hídricos para a execução dos trabalhos de dragagem nos diversos cais abrangidos pelo projeto.

A empreitada é destinada a proteger as margens da Ria de Aveiro e ajudar na redução da erosão costeira numa intervenção complementar à grande operação de desassoreamento.

A redução da erosão costeira será feita com sedimentos provenientes das dragagens das bacias de 17 cais da Ria de Aveiro localizados nos concelhos de Ovar, Estarreja, Murtosa, Ílhavo e Vagos.

A operação é suportada a 100% com fundos da iniciativa de Assistência de Recuperação para a Coesão e os Territórios da Europa (REACT-EU).

Artigo relacionado

Dragagem de 17 cais da Ria em concurso público por 3,5 milhões de euros

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.