Dois homens condenados por abusos sexuais de menores , um dos casos envolve uma filha

581
Tribunal de Aveiro.
Smartfire 728×90 – 1

Dois homens foram condenados, esta segunda-feira, no Tribunal de Aveiro por abusos sexuais de crianças em processos distintos.

A pena mais pesada, de 10 anos e seis meses, recaiu num agricultor de 48 anos, residente em Oliveira do Bairro, devido a atos sexuais de relevo a que sujeitou uma filha entre 2012 e 2017.

Os factos em causa, incluído relações sexuais de cópula completa, começaram quando a vítima tinha 10 anos. Os abusos ocorreram em casa da família ou quando a rapariga acompanhava o pai nos trabalhos no campo. Um dos últimos episódios antes do homem ser denunciado às autoridades aconteceu quando a rapariga, já com 15 anos, trabalhava no bar de uma piscina.

Além de intimidar a filha a não revelar os abusos, o indivíduo escondia-lhe o telemóvel e não a deixar sair com outras raparigas.

O arguido, analfabeto, sem outros antecedentes criminais, foi condenado por sete crimes de abuso sexual (foi absolvido em apenas um dos casos imputados). Além de tempo de cadeia, terá de pagar uma compensação de 10 mil euros à filha.

Um outro homem, de 36 anos, foi condenado a dois anos e nove meses, com pena suspensa, por dois crimes de abuso sexual. A vítima foi uma menina de nove anos, filha de um amigo que acolheu o arguido durante algum tempo em casa.

O indivíduo aproveita ocasiões em que ficava sozinha com a menina e a sujeitava a atos de cariz sexual, nomeadamente apalpando-a.

A suspensão da pena está condicionada ao pagamento de uma compensação de 3 mil euros e frequência de um programa específico para agressores sexuais. Ficou ainda proibido de ter à sua confiança crianças ou exercer atividades relacionadas com menores.

Publicidade, Serviços & Donativos

Para conhecer e ativar campanhas em NoticiasdeAveiro.pt, assim como conhecer / requisitar outros serviços e fazer donativos, utilize a nossa plataforma online.