Descargas anormais em Ossela ainda sem origem identificada

479
Rio Caima, Oliveira de Azeméis.
Smartfire 728×90 – 1

A Luságua informa que “tem verificado, no último mês, e de forma recorrente, descargas anormais” à entrada da Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) de Ossela, que serve os municípios de Oliveira de Azeméis e Vale de Cambra.

“Alinhada com as autoridades locais e com a Associação de Municípios de Terras de Santa Maria, a quem comunicou o problema identificado, a Luságua tem procurado conter as descargas. Desconhece-se ainda a origem das mesmas”, adianta o comunicado.

A Luságua opera no concelho de Oliveira de Azeméis desde 2001, onde tem a responsabilidade de tratar as águas residuais de origem doméstica e/ou industrial, “até um nível de qualidade que, respeitando a legislação em vigor, permita a sua descarga no Rio Caima.”

Artigo relacionado

Os Verdes Insistem na Denuncia de Poluição no Rio Caima

Publicidade, Serviços & Donativos